Recife, Pernambuco

A menina dos olhos do mar

Recife é uma das três capitais mais importantes da região Nordeste, disputando sua influência e poderio econômico com Salvador e Fortaleza. Com belezas arquitetônicas e naturais, Recife se destaca como cidade turística. Mas afinal, quais são os atributos que fazem de Recife um bom local para se visitar?

Com o intuito de responder a essa questão, fizemos este breve artigo especialmente para você. Aqui abordaremos sobre a história do Recife, como chegar na capital pernambucana, os principais atrativos, culinária, cultura, dicas de viagem e muito mais. Continue lendo e saiba tudo sobre a cidade!

História de Recife

Recife é uma das capitais brasileiras mais antigas. Sua fundação data do século XVI, do ano de 1537, mais precisamente. Desse modo, a cidade conta com quase 5 séculos de história. Entre a fundação e ocupação lusitana, tivemos outros fatores que contribuíram parara a formação da cidade do Recife.

Entre estes principais fatores, podemos destacar a ocupação holandesa na cidade, que durou do ano de 1630 até 1654 e deixou um grande legado, especialmente nas construções, quando a imigração judia na época do Brasil colônia. Aliado a outros elementos, eles tornaram Recife uma cidade única.

Como chegar em Recife

A forma mais fácil de chegar até Recife é por meio do Aeroporto Internacional do Recife-Guararapes. Ele está situado próximo à Boa Viagem, local onde estão concentrados a maioria dos hotéis e restaurantes da cidade do Recife. Além disso, é possível ir para Recife a partir de João Pessoa.

Para tal, é necessário pegar um voo para o Aeroporto de João Pessoa e de lá partir para Recife pela rodovia BR-101. Também é possível ir de ônibus a partir da rodoviária. A Viagem dura em média um pouco menos de 2 horas.

Recife Antigo

Recife Antigo. Fonte: Ana Raquel S. Hernandes, Flickr.
Recife Antigo. Fonte: Ana Raquel S. Hernandes, Flickr.

Recife antigo compreende a região do centro histórico da cidade do Recife e também é conhecido como bairro do Recife. Desse modo, esse ponto é indicado para os apreciadores de história e arquitetura, visto que a região conserva muitos casarões coloniais, praças e outras edificações antigas.

Ademais, a data de construção do bairro data o século XVI, quando uma infraestrutura foi construída para atender o porto da cidade que exportava pau-brasil para a Europa. O local é ideal para quem deseja conhecer estabelecimentos regionais, como lojas de artesanato, restaurantes, etc.

Pátio de São Pedro

Pátio de São Pedro. Fonte: Simone C Vitor, Wikicommons.
Pátio de São Pedro. Fonte: Simone C Vitor, Wikicommons.

O Pátio de São Pedro é um dos principais pontos turísticos da cidade do Recife. Localizado na zona central da cidade, consistem em uma ‘praça seca’, totalmente pavimentada e cercada por edificações no estilo colonial.

Ademais, entre as principais edificações que cercam o local, destacam-se a Concatedral de São Pedro dos Clérigos — em estilo barroco, Memorial Chico Science e o Memorial Luiz Gonzaga.

Praça do Marco Zero

Marco Zero em Recife. Fonte: A. Júnior, Flickr.
Marco Zero em Recife. Fonte: A. Júnior, Flickr.

A Praça Rio Branco, mais conhecida como Marco Zero, é o principal ponto turístico do Recife. Incrustada no centro da cidade, é o marco de fundação da cidade. Cercada de prédios coloniais e edificações holandesas, além da vista para o Atlântico.

Dessa maneira, o Marco Zero é visita obrigatória para quem visita à cidade do Recife. Além disso, encontra-se próximo à diversos outros atrativos da cidade, como as igrejas.

Igreja da Madre Deus

Igreja da Madre Deus. Fonte: MinC.Nordeste, Flickr.
Igreja da Madre Deus. Fonte: MinC.Nordeste, Flickr.

Outra Igreja bem famosa do Recife, a Igreja da Madre Deus se destaca por sua suntuosidade e seu estilo colonial, com múltiplas referências, principalmente ao estilo Barraco. Ela foi concluída ainda no século XVIII, em 1720.

Ademais, é importante ressaltar que no ano de 1970 o local foi reformado, sendo respeitado o seu estilo original. Desse modo, a Igreja encontra-se em estado ideal para visitação.

Capela dourada

Capela dourada em Recife. Fonte: matt dowdeswell, Flickr.
Capela dourada em Recife. Fonte: matt dowdeswell, Flickr.

A Capela dourada é um dos mais luxuosos templos católicos de todo o Brasil. Como o nome sugere, ela é parcialmente dourada em seu interior, o que reflete a riqueza de outrora da capital de Pernambuco. A Capela, também conhecida como Capela dos Noviços foi construído sob estilo Rococó.

Desse modo, ela se destaca tanto pela luxuosidade quanto pela riqueza de detalhes. Entre os principais elementos que a compõe, destacam-se o ouro e o jacarandá.

Mercado São José

Mercado São José. Fonte: Dave Lonsdale, Flickr.
Mercado São José. Fonte: Dave Lonsdale, Flickr.

O Mercado é o coração da cidade. Nele que você encontra os elementos e a cultura pulsante de cada região. E não poderia ser diferente com a capital pernambucana. Desse modo, o Mercado São José é visita obrigatória para quem deseja conhecer a cidade.

Localizado na região central, o Mercado possui mais de um século de história — foi inaugurado em 1875. Nele você encontrará os principais produtos da região, seja alimentos ou artigos locais. Dessa maneira, é uma boa pedida para quem deseja levar recordação para casa ou lembrança para amigos e familiares.

Praia de Boa Viagem

Praia de Boa Viagem. Raul DS, Flickr.
Praia de Boa Viagem. Raul DS, Flickr.

“Eu lembro da moça bonita da Praia de Boa Viagem” é um dos versos mais famosos de toda a música Nordestina, eternizado na voz de Alceu Valença. Desse modo, a Praia de Boa Viagem é a praia mais famosa do Recife, e a que contém a melhor infraestrutura.

Ademais, a praia está localizada no Bairro de Mesmo nome. Apesar da beleza de suas águas, é necessário tomar cuidado com o banho no mar, pois o local apresenta diversos ataques de tubarão.

Museu Cais do Sertão

Museu Cais do Sertão. Fonte: Luci Correia, Flickr
Museu Cais do Sertão. Fonte: Luci Correia, Flickr

É impossível falar de Nordeste, de Pernambuco e de Recife sem fazer referência ao sertão nordestino e ao modo de vida sertanejo. Desse modo, é imprescindível que você visite o Museu Cais do Sertão, que evidencia os maiores elementos da cultura sertaneja.

Desse modo, há uma grande variedade na exposição, que varia de artigos da América pré-colombiana, escravidão negra, Luiz Gonzaga e ritmos tradicionais do litoral do Nordeste.

Quando ir para Recife

Recife é uma cidade visitável o ano inteiro. Dessa maneira, cabe a você escolher a melhor época para visitar a região, baseado na sua realidade, o que espera fazer na cidade e sua folga.

Desse modo, nos meses de dezembro a fevereiro a cidade se encontra em seu período de maior seca. Além disso, a temperatura média costuma ficar por volta de 28 º C. Essa época é ideal para quem busca ir para a praia pegar um sol ou passar o Réveillon na Praia de Boa Viagem.

Além disso, por ser uma época de grande demanda, os preços dos serviços costumam ficar mais caros. Já para quem deseja economizar, é indicado os meses de março, abril, maio, setembro e novembro, quando a demanda por serviços costuma ser mais baixa.

Ademais, nos meses de junho, julho, agosto e outubro a cidade do Recife também costuma receber bastante turista. Nos meses de junho, julho e agosto, os turistas visitam a cidade em busca de calor, tendo em vista que as regiões sul e sudeste vivem com baixas temperaturas nessa época.

Já o mês de outubro é propício para visitar a cidade por conta dos diversos feriados que o mês contém. Desse modo, por tudo que foi apresentado, a cidade do Recife pode ser visitada o ano inteiro. Escolha a época mais adequada para o seu gosto e realidade e conheça a capital pernambucana.

Cultura

Frevo, maior expressão cultural do Recife. Fonte: Eduardo Otubo, Flickr.
Frevo, maior expressão cultural do Recife. Fonte: Eduardo Otubo, Flickr.

Recife foi berço de diversas figuras icônicas da cultura nacional. Joaquim Nabuco, Manuel Bandeira, Gilberto Freyre, João Cabral de Melo Neto, entre muitos outros que contribuíram para a construção da identidade brasileira enquanto povo e nação.

Além disso, na música, vários cantores fizeram referência à cidade, como Alceu Valença, Luiz Gonzaga, Chico Science e Lenine com a música ‘Menina dos Olhos do Mar’.

Ademais, entre os principais eventos populares e manifestações, podemos destacar:

  • Maracatu, o mais antigo ritmo afro-brasileiro catalogado;
  • Frevo, Patrimônio Cultural Imaterial pela UNESCO;
  • Carnaval, com destaque para o bloco do Galo da madrugada.

Dicas de viagem

Conforme destacamos ao longo do artigo, Recife é uma cidade visitável durante todo o ano. Dessa maneira, você deve avaliar o que você espera da cidade, quanto está disposto a gastar e quando ficará livre para fazer a viagem para poder escolher o período para realizá-la.

Além disso, vale destacar que você pode aproveitar a viagem para conhecer Porto de Galinhas, que apresenta praias de melhor qualidade, e a cidade de Olinda.

Por fim, vale destacar a importância de manter-se sempre bem hidratado e usar protetor solar, se protegendo assim do grande calor e incidência solar de Recife.

Gastronomia

Segundo a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (ABRASEL), Recife é o terceiro maior polo gastronômico do país. Desse modo, conta tanto com uma grande quantidade de restaurantes, quanto grande variedade e estabelecimentos bem antigos, como o Restaurante Leite, mais antigo do país.

Ademais, entre os restaurantes da cidade, destacam-se os de comida regional, italiana, francesa, japonesa, portuguesa e peruana. Como dica dos principais restaurantes da cidade, podemos destacar:

  • Restaurante Parraxaxá, especializado em comida regional;
  • Restaurante Bargaço, especializado em frutos do mar.

Conclusão

Assim sendo, Recife possui atrativos culturais, arquitetônicos, históricos e naturais. É um dos melhores destinos de toda a região Nordeste. Além disso, está próximo de Porto de Galinhas, que dispõe de uma das mais bonitas praias do país. E você, o que está esperando para conhecer a capital pernambucana?

Dica => Acomodações em Recife

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *