Se apaixone por Olinda! Histórias, Cultura e Rica Gastronomia!

Fundada em 12 de março de 1535 a cidade de Olinda costuma ser sempre lembrada durante o carnaval, época onde as ruas e becos ficam super movimentadas por foliões, dançarinos de frevo e bonecos gigantes. Entretanto, a magia da cidade se mantém ao longo do ano com um encantador centro histórico com várias construções do período pós colonial bem preservadas, além das espetaculares igrejas barrocas, ateliês de arte e muitos restaurantes! Em 2006 a cidade garantiu o posto de principal destino turístico-cultural e, após esta data, a cidade continua sendo um dos locais turísticos mais visitados do Brasil!

Fachadas Ecléticas e Coloridas, Olinda. Foto: partiupelomundo.com

O Charme e a Arquitetura que Impressiona!

Casarios Coloniais no Centro Histórico, Olinda - Pernambuco
Casarios Coloniais no Centro Histórico, Olinda – Pernambuco. Foto: southexperience.wordpress.com

O Centro Histórico de Olinda possui ruas com um clima arborizado e com traços colonial da arquitetura portuguesa. A  decoração  dessas estruturas arquitetônicas  contrasta com a simplicidade encantadora das casas, que são pintadas em cores vivas ou cobertas com azulejos cerâmico que deixam o passeio pelas ruas da cidade ainda mais interessante!

Os Pontos Turísticos Mais Fascinantes de Olinda

Alto da Sé

Igreja de São Salvador do Mundo (Igreja da Sé); Vistas às atrativas lojas de artesanato do Alto da Sé. Foto: caixafotografica.blogspot.com

O Alto da Sé faz parte do cerco histórico de Olinda. Um ponto turístico assegurado por frequentadores o qual você não pode deixar de conhecer na passagem por Olinda. O lugar atrai turistas e moradores da região que procuram um passeio agradável onde é possível apreciar além da Igreja da Sé construída em arquitetura barroca, os artesanatos pernambucanos no Mercado do Artesanato. O local também possui uma bela vista para o Cais do Recife. Se puder, recomendamos que assista ao deslumbrante pôr do sol em uns dos mirantes próximo a Catedral, é uma excelente opção, depois saborear uma tapioca ou um acarajé na feirinha local, um complemento do dia, não deixem de curtir.

Basílica de São Bento

Basília de São Bento. Foto: revistareinodeclio.blogspot.com

Uma passagem pelo sítio histórico de Olinda envolve, claramente, a Basílica de São Bento. Um lugar com beleza fascinante, arquitetura, fé e história muito bem representados. Os símbolos sagrados da Igreja Católica, os adornos arquitetônicos internos e externos muito bem produzidos. Além do espaço físico carregado da nossa história, um ambiente calmo e aprazível, aonde se pode relaxar e buscar, através da fé de cada, o contato com o sagrado, com a paz interior.

Igreja do Carmo

Igreja do Carmo Foto: Wikipédia

A igreja do Carmo está situada no Centro Histórico de Olinda, considerado Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco desde 1982. Construída sob uma área um pouco mais elevada, se destaca dando início a uma série das atrações turísticas que enchem os olhos dos visitantes. No Natal, um grande presépio decora a frente da Igreja.  No Carnaval, os arredores da praça servem de concentração para diversos blocos.

Convento de São Francisco

O Convento de São Francisco em Olinda (PE) foi o primeiro convento da Ordem Franciscana no Brasil e abriga quatro capelas ricas em azulejos portugueses e detalhes barrocos. Foto: Wikipédia

Visita ao convento São de Francisco: Imperdível! Mais antigo convento franciscano do país, o local faz os frequentadores voltarem ao passado em cada ambiente: o antigo refeitório com o enorme quadro da santa ceia que traz um gato sob a mesa, o claustro e seus muitos painéis a de azulejos contando a vida de São Francisco, a capela de Sant’Ana e o Orbe seráfico retratando o mundo no forro com a ausência da Oceania (que ainda não havia sido descoberta), a igreja de Nossa Senhora das Neves a Capela de São Roque com suas talhas barrocas e pinturas nos forros, a indescritível sacristia com o mais belo arcaz do país, a sala do capítulo e seu belo altar e o terraço nos fundos com vista para o mar, relógio de sol e o bosque do convento, que forma uma pequena floresta que cobre a colina até as proximidades da praia.

Rua Bispo Coutinho

Rua Bispo Coutinho, Olinda. Foto: roteirosdarafa.blogspot.com

Rua Bispo Coutinho, ladeada pelas lojas de artesanato e com o calçamento de pedra levando à Igreja da Sé. Opções não faltam para as compras, não apenas na Sé, mas também nas ladeiras. 

Máscaras de carnaval que decoram as paredes, são vendidas em versões menores para lembranças. Foto: roteirosdarafa.blogspot.com

Grandes lojas e pequenos ateliês oferecem peças do artesanato pernambucano, rendas delicadas, telas inspiradas nas ruas e paisagens de Olinda, bebidas e doces, camisetas espirituosas e diversas lembrancinhas.

Bonecos de barros recheiam as paredes de arte, cultura e histórias. Foto: roteirosdarafa.blogspot.com

Beira Mar

Olinda apresenta 9km de orla marítima, sendo 7 praias, na ordem para quem vem de Recife: Ponta Del Chifre, dos Milagres, Carmo, do Farol, Bairro Novo, Casa Caiada e Rio Doce. 

Trecho com quebra-mares nas proximidades do Carmo. Foto: roteirosdarafa.blogspot.com

São urbanas, impróprias para banho e, em alguns pontos, placas advertem sobre o risco de ataque de tubarões. Todavia, assim como alguns banhistas, praticantes de caiaque e kitesurf se aventuram.

Os bancos de concreto que avançam sobre o mar são os favoritos para curtir a paisagem a dois, no final da tarde. A orla conta com calçamento para os pedestres, ciclovia e vagas disputadas para estacionar. Foto: roteirosdarafa.blogspot.com

É possível alcançar a orla a pé do Centro Histórico, se tiver bom condicionamento físico. Seguindo pela Rua do Farol até a parte mais movimentada da orla, na Avenida Ministro Marcos Freire encontramos bares e restaurantes para todos os gostos e bolsos  com excelente  atendimento, música ambiente tranquila, pratos bem servidos, comida regional saborosa, e do outro lado, o mar, contido por barreiras de pedra que, em alguns trechos, formam reentrâncias disputadas por casais, pescadores e clientes dos restaurantes. 

A Rica Gastronomia de Olinda!

Restaurante Oficina do Sabor

O Restaurante Oficina do Sabor é como acertar no alvo para quem deseja degustar um cardápio gastronômico num dos primeiríssimos melhores restaurantes no trecho Recife – Olinda! Inaugurado, em 1992, pelo chef César Santos, é considerado um dos melhores do Brasil. 

Espaço mais desejado e concorrido do Restaurante, com suas toalhas de mesa artesanais e as charmosas cadeiras de vime com uma vista privilegiada. Foto: comerdormirviajar.blog.br

Aclamado e charmoso restaurante de comida nordestina e bela vista. É impossível não encontrar o restaurante já que ele é indicado por todos os taxistas e guias da cidade como sendo o melhor de Olinda. A localização é privilegiada, nas ladeiras do Sítio Histórico, a poucos metros da Igreja Nossa Senhora do Amparo. Clima bem humorado, arejado, colorido, cheio de representações culturais e com um serviço de garçom e chef de cozinha extraordinários, os quais fazem de tudo para agradar a clientela da melhor forma possível.

Entrada Saborosa Restaurante Oficina do Sabor. Foto: comerdormirviajar.blog.br

Restaurante Beijupirá

Com mais de 20 anos o Grupo Beijupirá é sinônimo de elegância e sofisticação e sempre busca a total satisfação de seus clientes, tanto nos deliciosos pratos quanto no conforto de suas pousadas. 

Fachada Restaurante Beijupirá.

A decoração é mais clean e privilegia a paisagem dos telhados, casarios e coqueirais da cidade alta. Para ter acesso ao restaurante, um bondinho leva o cliente pela encosta do terreno íngreme da Pousada do Amparo, num dos pontos turísticos mais charmosos do Nordeste. 

Espaço Interno Sofisticado e Aconchegante – Restaurante Beijupirá

A cada ano uma receita inédita é escolhida para entrar no cardápio e é criado um prato de cerâmica exclusivo, datado e pintado à mão especialmente para aquele ano.

Vista Noturna Restaurante Beijupirá

Tapiocas da Vovó – No Alto da Sé

No Alto da Sé, não deixe de saborear as deliciosas Tapiocas da Vovó, feitas na brasa. Há uma variedade de deliciosos sabores doces e salgados a preços justos. Além de se poder observar o trabalho da Vovó, muitos frequentadores afirmam não conseguir descrever o sabor que ela consegue dar às tapiocas que prepara, assegurando que é de fato a melhor que já experimentaram.  Situada na área turística de Olinda, próxima a “Praça da Sé” e suas muitas banquinhas e lojinhas de produtos típicos de Pernambuco, o lugar é bem tranquilo, contando com um atendimento cortês da própria “Vovó” que vem acolher os comensais, e então vai preparar as tapiocas.

Tapioca da Vovó – Alto da Sé. Foto: partiupelomundo.com

Restaurante Marisqueira

Fundado em 1989, o restaurante Marisqueira funciona diariamente, com capacidade para atender 400 pessoas, com estacionamento exclusivo e vários ambientes: Climatizado, A beira mar, Loja de Artesanato, Wi-Fi Livre e muito mais.

Restaurante Marisqueira – Beira Mar Foto: roteirosdarafa.blogspot.com
O restaurante disponibiliza mesas e guarda-sóis para os clientes apreciarem, simultaneamente, acerveja gelada, a comida típica ao som das ondas. Foto: roteirosdarafa.blogspot.com

Carnaval de Olinda

Como é o Carnaval de Olinda: Dos grandes carnavais de rua do país, o de Olinda é um dos mais democráticos e populares. Não há sambódromos, trio elétrico, corda ou abadá: as ladeiras são tomadas pelo povo, que se mistura aos blocos de bonecos gigantes numa massa única de foliões.

No Carnaval, as ladeiras de Olinda lotam com turistas brincando entre bonecos gigantes e dançarinos de frevo. Foto: pelosquatrocantos.com

Fantasias, máscaras de papel machê, sol quente, latas de cerveja, sacadas superlotadas e muita animação dão o tom da festa, sempre ao som de frevo, samba, maracatu, caboclinho e afoxé. Desde 1932, nos primeiros minutos do domingo, o Homem da Meia-Noite é a primeira alegoria a sair pelas ladeiras da cidade.

Bonecos gigantes símbolo do Carnaval de Olinda. Foto: viagemeturismo.abril.com.br

O Carnaval de Pernambuco é intenso. Durante cinco dias de festa, uma multidão de foliões lota as ruas de Olinda de  dia e, quando anoitece, o centro da festa passa a ser o Recife Antigo, onde acontecem os shows. Os frequentadores acham muito difícil conseguir explicar a emoção do Carnaval e afirmam ser impossível não se contagiar com a energia!

Curtir a Noite em Olinda

Foto: golegula.com

O prazer da noite em Olinda está na harmonização e nos bares típicos das cidades que se concentram nas calçadas e meios da rua, com um clima adorável para jogar conversa fora com os amigos, apreciar uma boa bebida acompanhada de entradas e tira-gostos diversos em um local tranquilo e seguro. Um dos bares bastante indicado pelos turistas sem mesa ou cadeira pra sentar, sendo talvez  o grande charme e que o torna um dos maiores ponto de encontro de Olinda é o famoso “Bodega de Véio”. 

Hotéis e Pousadas

Abaixo segue algumas ofertas para você se hospedar, ou se preferir nesse link possui as pousadas com o melhor custo benefício de Olinda.



Booking.com


 

Posts Relacionados