Ushuaia, Argentina

Um paraíso no “fim do mundo”

Ushuaia. Fonte: Jule Lumma
Ushuaia. Fonte: Jule Lumma

Ushuaia, um lugar de descanso e beleza ímpar no “fim do mundo”. Uma cidade para viver com toda a intensidade, para amar e deixar ser amado por ela.

Ele está localizado no extremo sul da Argentina, que fica no pé das montanhas, é a cidade que está mais perto do Polo Sul, por isso tem o apelido de “Fim do Mundo”.

Na língua yámana, Ushuaia, significa “baía olhando para o oeste”. Além disso, devido à sua sua posição geográfica, o clima é sempre frio, mesmo no meio do verão.

Esta cidade tem um verão de dias com muita luz solar, aproximadamente 17 horas e um inverno muito rigoroso, no qual começa a escurecer às 16 horas, ou seja, apenas 7 a 8 horas de luz diárias.

Ademais, enfatizamos que são as condições climáticas que definem o que pode ser feito neste lugar. Por exemplo, se chover, o turista pode visitar os museus, fazer compras ou desfrutar de uma bebida quente nas confeitarias da cidade. Todavia, em um dia agradável, os visitantes podem visitar o Parque Nacional da Terra do Fogo, o Canal de Beagle ou viajar no Trem do Fim do Mundo.

Por isso, sempre haverá coisas para fazer ou conhecer em Ushuaia. Portanto não se esqueça de tirar fotos fantásticas na placa da cidade, para mostrar que você estava realmente no “fim do mundo”.

O que há para conhecer em Ushuaia?

Então com essa pergunta, convidamos você a descobrir o quanto precisa aprender com a Terra do Fogo. Pois, esse nome, segundo os moradores locais, deve-se à lenda de que os primeiros navegantes, que chegaram à cidade, viram muitas fogueiras na costa.

Localizada na região da Patagônia, a província de Tierra del Fuego, tem Ushuaia como a capital e principal cidade. Além disso, é ponto estratégico para quem quer conhecer a Antártida, com um porto de embarque e desembarque de cruzeiros que o levam os aventureiros ao Polo Sul.

Além disso, tem um aeroporto, que é um show separado, não só por permitir que você conheça a cidade de cima, mas também por sua pista que termina no mar.

De novembro a abril, a cidade parece mais um ponto de encontro de todo o mundo. Pois está cheio de visitantes de diferentes lugares, italianos, franceses, alemães, norte-americanos, brasileiros, entre outros que vêm se divertir.

Parque Nacional da Terra do Fogo

Parque Nacional da Terra do Fogo. Fonte: Rodrigo Soldon.
Parque Nacional da Terra do Fogo. Fonte: Rodrigo Soldon.

O parque contém uma fauna exuberante e diversificada, com paisagens de tirar o fôlego. Com efeito, o parque possui uma área de 68.909 hectares de fauna e flora e uma impressionante costa marinha, onde se localiza o Canal de Beagle. Aliás, é lá que os turistas podem tirar as melhores fotos do Canal, caso não queiram ou possam fazer o passeio de barco.

Similarmente o parque nacional possui vales e picos, destacando as belezas dos rios e lagos originários dos glaciais.

Aliás, no parque você encontrará a parada principal do Trem do Fim do Mundo. Assim que de lá é possível ver o “El Presidio” de Ushuaia, construído no início do século XX. Ademais, atualmente se transformou em um museu, que hoje abriga as memórias da vida dos presos que passaram por ali.

Trem do Fim do Mundo

Trem do Fim do Mundo. Fonte: Wikipédia.
Trem do Fim do Mundo. Fonte: Wikipédia.

Sem dúvida, é um dos passeios mais interessantes para quem visita a cidade de Ushuaia. A bordo do trem, estão várias histórias que o turista pode ouvir, enquanto se deixa levar pelas paisagens exuberantes. O percurso feito em zigue-zague passa pelo rio Pipo, mostra a cachoeira da Macarena, chega ao cemitério das árvores e à mata. Esta viagem permite desfrutar  de uma bela experiência, pois é uma das poucas ferrovias a vapor do mundo.

No trem é possível lembrar e olhar a antiga Prisão de Ushuaia e ouvir as histórias dos presos. Além disso, no retorno o visitante pode aproveitar para tirar as fotos mais bonitas, o Cañadón del Toro, o rio Pipo, a cachoeira da Macarena. Bem como da ponte, que está localizada em um antigo cruzamento deixada pelos prisioneiros.

Contudo, o mais impressionante é que, esta rota do trem permite aos turistas ver uma natureza muito bem preservada.

Circuito dos Vales

Com toda a certeza, para os amantes da natureza, o Circuito dos Vales é o lugar certo para praticantes de esportes radicais. Por exemplo, pode-se aventura em escalada, trekking, mountain bike. Os turistas, igualmente, podem passear pelo belo Vale de Andorra ou pelo incrível Vale Superior.

Além disso, os visitantes podem escolher um circuito em toda a cidade de Ushuaia, por exemplo,  podem fazer o circuito de Paso de la Oveja, Cañadón de la Oveja e Cerro Falso Tonell. Decerto, existem várias opções que as agências de turismo locais têm a oferecer, de acordo com os gostos de cada pessoa ou grupo, principalmente no verão.

No entanto para os amantes do inverno, a diversão fica por conta de visitar e explorar Tierra Mayor ou os Winter Centers. De tal forma que que Las Cotorras é um desses centros. Em Las Cotorras, você pode desfrutar da cozinha local e comer o autentico Cordeiro da Patagônia.

Para mais aventura e melhores fotos, o turista pode ir esquiar, andar de patins no gelo, fazer caminhadas na neve ou pernoitar pela cidade

O Canal Beagle – através do mar se descreve uma cidade

Canal Beagle. Fonte: Rodrigo Soldon.
Canal Beagle. Fonte: Rodrigo Soldon.

O canal é um lugar único, principalmente no verão, onde dá para se hospedar em Harberton, onde viveu o primeiro homem branco da Terra do Fogo.

O Canal de Beagle separa as ilhas do sul da cidade, marcando a fronteira entre o Chile e a bela Argentina. Para conhecer este lugar, o turista tem algumas opções que partem do porto de Ushuaia, passando por várias ilhas que se encontram no caminho, por exemplo, Pïcton, Navarino, Gordon, Londres, Alicia, Redonda, entre outras. Nesta caminhada é possível ver pinguins, leões marinhos e aves marinhas.

Tolhuin e Lagos

No entanto a Terra do Fogo não é apenas Ushuaia. A cerca de 100 quilômetros, na rota 3, você chega a Tolhuin. Na língua do povo nativo, significa “coração”, precisamente localizado no coração da ilha.

Tolhuin se destaca no turismo de Ushuaia pela contribuição que esta cidade oferece ao turismo na região. É onde se encontra o Lago Fagnano, que fica entre o Chile e a Argentina. Este lago é um dos mais belos da Patagônia, devido às suas águas calmas e silenciosas. Portanto, para aqueles que preferem pescar, lá encontrará a truta “Arco Iris”, na temporada de novembro a abril.

Outro lago proeminente é o Lago Escondido, que fica no pé da passagem de Garibaldi, em meio à Cordilheira dos Andes.

O Lago Escondido, além de sua grande beleza cênica, é um ponto estratégico, para quem viaja de carro. Está na estrada da rota 3, como parada para descanso ou apenas para conhecer os arredores.

Baía de Lapataia

A Baía de Lapataia é uma saída na margem norte do Canal de Beagle. Tanto que lá, você pode desfrutar de uma vegetação única das florestas de Magalhães, estas fazem parte do Parque Nacional da Terra do Fogo.

Antártica – onde a aventura espanta qualquer  frio

Antártida. Fonte: Wikipédia.
Antártida. Fonte: Wikipédia.

Por ser 1000 km da Península Antártida, Ushuaia é a porta de entrada, para quem quer viver uma aventura incrível e gelada.

Decerto a Antártida é a parte mais meridional da Terra e essa atração faz com que mais aventureiros queiram viver o desafio de fazer uma viagem ao continente branco.

Percorrendo o centro da cidade

Entre as diversas coisas a saber em Ushuaia, você não pode deixar de lado a parte central. Os turistas podem visitar museus como: Museu do Fim do Mundo, Casa Beban, Galeria Temática, História Fueguina, Antiga Casa do Governo, Museu Yámana, Museu Municipal, Museu do Pensamento Malvinas, Experiência Antártica.

Gastronomia – Onde comer?

A gastronomia da região é notável por seus frutos do mar, como o caranguejo-aranha, para peixes, como a pescada preta e carne (cordeiro da Patagônia). Para muitos apreciadores de boa comida, Ushuaia é valorizada pela sua excelente variedade de pratos.

Na cidade se encontram alguns restaurantes como: Dublin com suas especialidades gourmet, lugar certo para experimentar uma boa cerveja. Kalma, que tem os sabores tradicionais de Tierra del Fuego, atmosfera bonita com a culinária feita com ingredientes locais. Viejo Almacen, é um restaurante que preserva suas tradições e cultura. Bom para tomar um excelente vinho, café e aproveitar a paisagem. Kaupe, extraordinário estabelecimento de culinária, com ingredientes locais. É um destino único para aproveitar a noite, degustar vinhos e se empolgar com a natureza.

Os doces também têm seu espaço, principalmente por causa do frio, tanto que muitos turistas recorrem à ingestão de calorias para manter o corpo aquecido. Para isso, os chocolates e bolos são os mais indicados.

Como sugestão está a Chocolate Black Lagoon Island, Chocolate Edelweiss, Honecker Chocolates, entre outros, lugares que você pode saborear chocolates ricos e bolos artesanais.

É desta maneira simples, que esta bela e remota cidade, localizada no sopé das montanhas, convida seus visitantes a descobrir como é encantador o seu ambiente geográfico.

Dica => Acomodações em Ushuaia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *