Santiago do Chile

9 passeios para fazer na cidade

Santiago. Fonte: Francisco Antunes.
Santiago. Fonte: Francisco Antunes.

Santiago do Chile é a capital chilena e a maior cidade do país. Ela encanta por sua vasta oferta turística e por seu valor histórico e cultural.

Desde sua fundação por Pedro Valdivia em 1541, passando por diferentes etapas históricas como a ditadura do General Pinochet, e pela obra de Pablo Neruda, Santiago sempre esteve cheia de vida, de cores, sabores, poesia e arte. Ou seja, uma dinâmica que a coloca como um dos lugares mais cosmopolitas da América do Sul.

Dessa maneira, ela convida a qualquer turista a caminhar por suas ruas, encontrar galerias, visitar museus, saborear um bom vinho ou café. De dia ou de noite, há muito para conhecer em Santiago e é disso que queremos falar nesse artigo. Sigam nosso texto!

Como chegar

Sem dúvida, a forma mais rápida de chegar a Santiago do chile é por avião. A cidade conta com o Aeroporto Internacional Comodoro Arturo Merino Benítez, que recebe voos de diferentes países.  O mesmo, está situada a apenas 15 km da Capital.

Além disso, Chile faz fronteira com Argentina, Bolívia e Peru, onde possui diferentes fronteiras (pasos fronterizos) que permitem chegar ao país por ônibus ou carro. No entanto, é sempre bom verificar quais estão com acesso liberado, principalmente no inverno, por causa da variação do clima.

Quando visitar a cidade

Santiago do Chile é uma dessas cidades que está sempre prepara para receber seus visitantes. No verão a capital costuma estar vazia, pois, os moradores buscam as regiões litorâneas. Por isso fica muito mais fácil se locomover pelos bairros.

No inverno, apesar do frio, a cidade é centro daqueles que chegam para conhecê-la e para depois ir para as estações de esqui. Assim, qualquer época do ano é ideal para conhecer essa linda cidade.

O que fazer em Santiago do Chile

Explorar os bairros

Os bairros de Santiago do chile são reconhecidos por seus diferentes pontos turísticos o que torna cada um deles em um lugar especial para conhecer nessa linda cidade. Dessa maneira, iremos destacar 2 deles considerados mais atrativos, principalmente por pelas atividades culturais e noturnas.

Bairro Bellavista

Esse bairro apesar de seu registro como uma área tradicional, por sua arquitetura e principalmente pela famosa casa do poeta Pablo Neruda, não deixa de lado seu reconhecimento como o coração boêmio da cidade. Sobretudo à noite o bairro ferve com muitas atrações em bares, restaurantes e discotecas.

Como ponto estratégico há o Pátio Bellavista, que é um centro comercial que reúne vários restaurantes, bares, espaços culturais, lojas. Geralmente, os bares e restaurantes estão abertos até às 2 da manhã.

Em Bellavista parece que a noite é sempre curta e você precisa de um pouco mais de tempo para se divertir madrugada adentro.

Bairro Lastarria

Esse é um dos bairros mais elegantes por causa de suas construções europeias do início do século XX e por uma infinidade de bares, restaurantes, galerias de arte, teatros e lojas de design.  O que distingui Lastarria é também o Museu Nacional de Belas Artes e o Centro Cultural Gabriela Mistral, o Museu Arqueológico de Santiago, o Museu de Artes Visuais, entre outros.

Além disso, pode-se dizer que esse é o bairro das antiguidades e dos artesanatos.  Aliás, Lastarria fascina por suas ruas de pedras, pelo famoso Palácio Bruna, uma majestosa edificação, que é sede da Câmara de Comercio de Santiago. Assim como pelas obras do arquiteto chileno Luciano Kulczewski, como sua Casa Taller, e edifício de Departamento Art Decó, onde se observa construções em que mistura o moderno, neogótico e Art Nouveau.

Conhecer a Casa de Pablo Neruda

Casa de Plabo Neruda. Fonte: Francisco Antunes.
Casa de Plabo Neruda. Fonte: Francisco Antunes.

Pablo Neruda, poeta e diplomata, foi uma das figuras mais famosas e polêmicas da história de Chile. Considerado como um dos melhores poetas do século 20 chegou a ser Prêmio Nobel de Literatura, em 1971, pela relevância de sua obra para Língua Castelhana.

La Chascona, como é conhecida, foi construída pelo poeta em 1953 para ser um lugar de refúgio clandestino com sua amanta Matilde Urrutia, a quem dedico o poema “Os Verso do Capitão”. Atualmente, ela é um dos museus dedicados a divulgar a vida e obra de Neruda.  Um lugar incrível para percorrer e conhecer sua história.

Caminhar em torno da Plaza de Armas

Plaza de Armas. Fonte: Gustavo Minas.
Plaza de Armas. Fonte: Gustavo Minas.

Surpreendentemente, há muito para conhecer em Santiago do Chile, e sem dúvidas alguma que passear pelo Centro Histórico será uma das formas para descobrir diferentes obras que estão por aí.

Situada no núcleo histórico da cidade, a Plaza de Armas é um dos espaços mais emblemáticos para se visitar. Isso porque muito próximo dali se localiza a Catedral de Santiago, o Museu Histórico, Museu Pré-colombiano e Museu de Santiago.

Também, há várias ruas passagens como os Paseo Ahumada e Paseo Huérfanos. Sem esquecer do famoso Cristo de Mayo, considerado pelos moradores como o protetor contra os terremotos na cidade.

Visitar os Mercados

Mercado Central, Santiago. Fonte: Mitch Altman.
Mercado Central, Santiago. Fonte: Mitch Altman.

Visitar os Mercados de Santiago do chile, como o Mercado Central e Mercado de la Vega é conhecer a dinâmica da sociedade chilena, seus gostos, cultura e o dia a dia.

Nesse sentido, o Mercado Central deslumbra com sua arquitetura de ferro de 1872. É um lugar muito visitado pelos turistas curiosos em ver as vendas de pescados e mariscos. Esse espaço possui, ainda, um pátio de comida onde se pode saborear os pratos da culinária local.

Por outro lado, o Mercado de la Vega, está mais direciona ao cotidiano. Uma verdadeira feira, como seus produtos agrícolas tais como frutas, verduras, queijos, carnes, entre outros. Também possui um pátio de comida, onde os preços são mais acessíveis que o Mercado Central.

Subir aos Cerros (Morros)

Santiago do Chile é uma cidade que está assentada geograficamente em uma depressão intermédia, conhecida como a Cuenca de Santiago, ou seja, em um vale cercado por formações rochosas.

Nesse sentido, subir aos cerros para desfrutar das vistas panorâmicas é um atrativo que você deve realizar em Santiago do Chile.  Assim sendo, o Cerro Santa Lucia é um deles, onde suas escadas, fontes, jardins e terraços encantam não só por todo seu paisagismo, como também por ter sido o local histórico de fundação da cidade.

Outro cerro famoso é de San Cristobal. Ele é muito famoso pelo seu funicular (teleférico). Ainda, no alto dessa montanha se situa a Virgen del Cerro San Cristobal, que é um mirador da cidade. Além disso, nesse cerro se localizam o Zoológico, lugares para caminhadas, entre outras.

Passear pelo Parque Forestal 

Se você é daquelas pessoas que buscam um pouco de verde no meio da cidade, o Parque Forestal, é um ótimo lugar para um contato com a natureza. Esse é um lugar clássico da população local principalmente nos finais de semana.

Ademais, o Parque Forestal, foi construído no final do século XIX, pelo arquiteto francês Jorge Dubois e, por isso, sua semelhança com o famoso o Central Park de Nova York. Assim,  caminhando pelo parque se pode conhecer vários edifícios elegantes que o rodeiam, bem como, o Restaurante Castillo Forestal, uma construção de 1910, inspirada nos castelos de Loria, Franca.

Destacam-se ainda as esculturas espalhadas pela cidade, como o cavalo de Botero, que foi um presente do artista a Santiago.

Subir ao Mirante do arranha-céu Costanera Center

Se você quiser fazer aqueles passeios de 360º pela cidade, esse é o lugar exato para isso. O Costanera Center é um dos edifícios mais altos da América do Sul. Aliás, ele possui um observatório onde você pode ver desde a Cordilheira dos Andes a diferentes lugares da cidade. Um passeio surpreendente!

Excursionar pelo Palácio de la Moeda

Você não pode ir de Santiago do Chile sem aquela visita à casa do governo, ou seja, a sede da Presidência do País. Isso implica tanto em um passeio pelo seu interior, como pelo exterior. Não esqueça que as visitas ao Palácio são guiadas, portanto é sempre bom ver primeiro se é possível agendar por Internet.

Além disso, caminhar pelas praças que estão perto, como a Plaza de la Ciudadania e Plaza de la Constituición, te permite conhecer como os chilenos se relacionam com o eixo político e econômico do país.

Degustar os vinhos da Região

O Chile contém boas marcas de vinho. Fonte: Pexels.com
O Chile contém boas marcas de vinho. Fonte: Pexels.com

Chile é um dos países da América Latina que se destaca por sua produção Vitivinícola e estar em Santiago do Chile. Significa conhecer ao menos algum vinhedo como, por exemplo, Concha y Toro, que está apenas 40 minutos do centro da cidade. Um passeio que conjuga natureza, história e arquitetura, percebido, nas belezas das casas, jardins e adegas.

Gastronomia

Restaurantes e bares enchem a cidade de várias propostas da culinária local, são tantas ofertas que te surpreenderá.  Para facilitar um pouco, deixamos 3 sugestões de lugares para comer.

Primeiro, recomendamos Lorenza Bistro, um lugar refinado e muito bonito. Excelente para tomar drinks, enquanto se espera a comida, que se destaca por seu sabor e variedade. O atendimento é excelente.

Como segundo restaurante, propomos Peumayen Ancestral Food. Ele se localiza no bairro Bellavista. Se destaca por seu cardápio de degustação, principalmente de frutos do mar. Ademais, o lugar é lindo e o atendimento perfeito.

A terceira sugestão é do Krossbar Borderio. Um restaurante onde a comida e a cerveja são excelentes e os garçons se destacam por sua amabilidade.

Ainda se puder não deixe de conhecer os bares e cafeteiras de Santiago do Chile. Como, por exemplo, Wonderland Café, um lugar com decoração rustica e delicioso café.

Dessa forma Santiago do Chile pode ser um destino turístico que você irá querer voltar várias vezes. Não só por beleza histórica e cultural e sua paisagem deslumbrante mas também por sua saborosa comida.

Dica => Acomodações em Santiago

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *