Conheça o Parque Nacional da Serra da Canastra

Serra da Canastra. Fonte: Fabianni Luiz Ribeiro.
Serra da Canastra. Fonte: Fabianni Luiz Ribeiro.

Este parque é um dos mais importantes do Brasil e foi criado na década de 1970, por meio do Decreto 70.355, no ano de 1972. Desse modo, abriga uma rica diversidade de fauna e flora e é um importante atrativo natural no Estado de Minas Gerais. Mas o que fazer na Serra da Canastra?

Com o intuito de listar e explanar sobre os principais atrativos do Parque Nacional da Serra da Canastra, fizemos este breve artigo especialmente para você. Continue lendo artigo e saiba tudo o que é necessário para ter uma viagem proveitosa para este importante destino ecológico!

Curiosidades sobre a Serra da Canastra

Canastra é o nome de um antigo baú. A Serra tem o formato de baú e, portanto, foi apelidada com esse nome. Ademais, o local é conhecido como a nascente do Rio São Francisco, que permeia o imaginário e percorre grande parte do interior do país, especialmente Minas e quase todo o Nordeste.

Ademais, a Serra da Canastra está em uma zona de transição entre mata atlântica e cerrado. Portanto, possui uma fauna e flora bem singulares. Entre os animais, você avistará o veado-campeiro, tamanduá-bandeira, lobo- guará, gaviões, tatu-canastra e pato mergulhão.

Como chegar

Entrada de São Roque de Minas. Fonte: Thiago Melo.
Entrada de São Roque de Minas. Fonte: Thiago Melo.

A cidade mais próxima da Serra da Canastra com Aeroporto é Araxá. Dessa maneira, se você deseja ir até a região de avião, é necessário reservar um voo partindo de Belo Horizonte. Dê ônibus ou carro, você pode partir de três cidades: Belo Horizonte, São Paulo e Rio de Janeiro.

De carro, partindo de Belo Horizonte, você deve sair pela BR-381 e, posteriormente, a BR-262 com sentido ao Triângulo Mineiro. Em seguida, deve pegar a MG-05 até o município de Piumnhi. Por fim, a MG-341 até São Roque de Minas. De ônibus, a partir da Rodoviária da cidade.

De carro, partindo de São Paulo, é necessário partir via Campinas, acessando a BR-491 até a Minas Gerais. Em seguida a MG-050 até Piumhi e MG-341 até São Roque de Minas. De ônibus, a partir da Rodoviária Tietê.

Por fim, para quem parte de carro do Rio de Janeiro, é necessário pegar a BR-116 até Varginha, em Minas Gerais. Posteriormente, a BR-265 até a MG-050 até Piumhi e MG-341 até São Roque de Minas. De ônibus, basta partir da rodoviária da cidade.

Nascente do Rio São Francisco

Imagem de São Francisco, na nascente história do Rio São Francisco. Fonte: Wikimedia.
Imagem de São Francisco, na nascente história do Rio São Francisco. Fonte: Wikimedia.

O Rio São Francisco atravessa 5 Estados Brasileiros e está marcado no imaginário popular em músicas, filmes, novelas, etc. Dessa maneira, é imprescindível que você visite a nascente do Rio São Francisco, localizado na Serra da Canastra a mais de 1.200 m de altitude.

Ademais, a nascente se encontra a 6km da entrada do Parque da Serra da Canastra e é recomendado seguir o caminho com uma 4×4. Na nascente há uma placa indicando o local, assim como uma estátua de São Francisco, santo que deu nome ao rio.

Cachoeira Casca D’Anta

Cachoeira Casca d'Anta na Serra da Canastra. Fonte: Luiz Carlos Rocha.
Cachoeira Casca d’Anta na Serra da Canastra. Fonte: Luiz Carlos Rocha.

Esta é a principal cachoeira da Serra da Canastra e a primeira queda do Rio São Francisco. Conta com impressionantes 186 metros de altura. Desse modo, ela se destaca tanto pela sua magnitude quanto pela sua beleza. É o verdadeiro castão postal da serra da canastra.  

A cachoeira tem esse nome devido a uma árvore popularmente conhecida como casca de anta. Estes animais que habitavam a região utilizam a árvore para esfregar as costas e curar seus ferimentos.

Cachoeira do Cerradão

Cachoeira Serradão. Fonte: Rogério Rodrigues Nadal.
Cachoeira Serradão. Fonte: Rogério Rodrigues Nadal.

Esta cachoeira é ainda mais alta que a primeira, pois conta com 202 metros de altura ao todo, que estão divididos em três lances. Ela está localizada dentro de uma propriedade privada. Dessa maneira, é necessário o pagamento de uma taxa de R$ 10 por pessoa.

Atualmente, é a segunda atração mais visitada da Serra da Canastra e é um excelente local para relaxar e contemplar a natureza

Cachoeira do Fundão

Cachoeira do Fundão. Fonte: Jairo Souza Jr.
Cachoeira do Fundão. Fonte: Jairo Souza Jr.

Esta cachoeira apresenta grande proximidade ao município de São Roque de Minas, estando apenas 4,5 km de distância. Dessa forma, é uma das cachoeiras mais procuras e de mais fácil acesso de toda a região da Serra da Canastra.

Ademais, a trilha que leva até a cachoeira está em bom estado e bem sinalizada. A Cachoeira do Fundão se encontra em propriedade privada e é cobrada uma taxa de R$ 10 reais por pessoa para visitação.

Quando ir

As temperaturas na Serra da Canastra são amenas durante o ano inteiro. Desse modo, elas mantêm uma constância média entre 17º e 23º. Contudo, há grande variação no regime de chuvas. De dezembro a fevereiro é o período com maior precipitação de chuva.

Desse modo, esta época deve ser evitada, uma vez que as chuvas e cheias dos rios podem atrapalhar seu passeio. Por outro lado, de março a maio e de setembro a novembro há poucas chuvas, o que facilita o passeio.

Cultura

Na Serra da Canastra e em São Roque de Minas, seu portal de entrada, você pode vivenciar dias típicos do interior mineiro. Desse modo, aproveite para ter uma estadia tranquila, se alimentar bem e conhecer a natureza da mata-atlântica.

A noite, os barzinhos são bem atrativos e você encontrará, sem sombra dúvida, os famosos tira-gostos mineiros, assim como as cachaças que tanto movimentam a noite mineira.

Dicas de viagem

Conforme destacamos anteriormente, a melhor época para visitar a Serra da Canastra se dá entre os meses março a maio e setembro a novembro. No verão, as fortes chuvas atrapalham os passeios. No inverno, as baixas temperaturas também.

Apesar de ser um roteiro nacional, a cidade de São Roque de Minas não é muito grande. Desse modo, leve sempre dinheiro em espécie, pois nem todo os estabelecimentos aceitam cartão de débito ou crédito.

Gastronomia

Em São Roque de Minas, principal porta de entrada para a Serra da Canastra, você poderá curtir a autêntica comida mineira e de fazenda. Dessa maneira, você poderá comer feijão tropeiro, tutu, aipim, carne bovina e os mais variados doces, como o doce de leite.

Entre os principais restaurantes, destacamos o Restaurante Velho Chico e a Cozinha Original Sabores da Canastra, ambos especializados em comida mineira.

Conclusão

Assim, a Serra da Canastra é um destino obrigatório no Brasil para os amantes de aventura, trilhas e do ecoturismo em geral. Conta com elementos únicos, como as suas cachoeiras e a nascente do Rio São Francisco, um dos mais importantes do país.

E você, o que está esperando para conhecer a Serra da Canastra?

Dica => Acomodações em Serra da Canastra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *