Valência, Espanha

Três grandes motivos para conhecer

Vista de Valência
Valência. Foto de: http://banita.lv/shop/two-nights-incentive-package-in-valencia/?lang=en

Valência é a terceira cidade mais populosa de Espanha. Também é a Capital do estado homônimo e da comunidade Valenciana. Contudo, não é apenas um típico centro histórico espanhol. O que diferencia Valência das outras cidades são essas conjugações entre o moderno e o passado.

Valência é a cidade das muralhas e grandes construções medievais, como também do moderno, que transita entre a tecnologia, ciência e a arte contemporânea. Igualmente, é a cidade para veranear, para tomar banhos de sol e mar no Mediterrâneo. Sobretudo, é isso que torna Valência um dos destinos mais completos da Europa. Seguramente, são estas as 3 razões que te deixarão com muita vontade de viajar e curtir Valência. Vamos lá!

Como chegar

Valência é uma cidade litorânea do Mediterrâneo, e está localizada entre Madrid e Barcelona. Portanto, pode ser uma das atrações turística a conhecer, por meio do caminho. A saber, vamos mostrar as opções para chegar até ela. A primeira opção é o aéreo, o aeroporto de Valência tem voos diários para as principais cidades espanholas e algumas capitais da Europa. Ademais, são várias as companhias low-cost que fazem voos para esta localidade.

Como segunda opção, tem o trem. Espanha possui um ótimo sistema ferroviário, tanto com trens comuns, como de alta velocidade (AVE). Por exemplo, uma viagem de Madrid a Valência é realizada em 1:30 minutos e chega a Estação Joaquín Sorolla. No entanto, a estação principal, conhecida como a Estació del Nord, é um ponto turístico que se deve conhecer. Outra opção recomendável é o ônibus, que é o transporte mais econômico. Agora para aqueles que pretendem ir de carro a Valência, saibam que esta é uma cidade na qual se deve fazer turismo a pé. Além disso, o transporte urbano de Valência está bem estruturado para atender a demanda existente. A sugestão, é ir a algum lugar onde tenha estacionamento e somente utilizar o veículo quando for seguir sua viagem.

Quando ir

Valência é uma cidade que transita entre um inverno agradável e um verão caloroso. Logo, você pode ir em qualquer época do ano, segundo suas preferências pessoais. No entanto, os períodos ideais vão de maio a junho ou de setembro a novembro, primavera, onde é possível transitar com um pouco mais de tranquilidade e os preços são mais acessíveis. No entanto, deve estar atendo a festa mais importante desta cidade, que é Las Fallas. Esta festa acontece em março, principalmente no dia de São José, dia 19 de março. Neste período o local está lotado e os preços aumentam consideravelmente. Decerto, muitos dos que viajam a Valência, não recomendam a cidade em feriados e dias de festas.

O que conhecer

Assim, chegamos ao que seria mais importante neste post: o que conhecer em Valência. Dessa maneira começamos com a Cidade Medieval, ou seja, o Centro Histórico e os principais monumentos que tornam Valência esta cidade de pequenas ruas, praças simbólicas, cafés, restaurantes, lojas artesanais e muita história para contar.

Cidade Medieval

La Lonja de la Seda

La Lonja de la Seda. Foto de: Julia del Olmo skyscanner.es

Abrimos nosso leque de lugares imperdíveis para conhecer no Centro Histórico de Valência, com La Lonja de la Seda. Patrimônio Mundial da Humanidade, que verdadeiramente é uma das obras arquitetônicas mais lindas do estilo gótico.

Este era o lugar onde os comerciantes no passado se reuniam para fazer negócios. Chegou a ser um dos principais centros de mercado da Seda da Europa.

Realmente, visitar este edifício é uma viagem a época dourada desta cidade. O Salão principal é impressionante com seus tetos abobados e colunas sinuosas. É bom saber que nos finais de semana a entrada é gratuita.

Catedral de Valência

Catedral de Valência. Foto de: Felivevet. cammons.wikimedia.org

Outro lugar emblemático, é a Catedral de estilo gótico que data dos séculos XIII e XIV. Ressalta-se que a mesma passou por transformações renascentistas, barrocas e neoclássicas.

Acima de tudo, não deixe de ver a Capela do Santo Cálice. Contam, que neste lugar se encontra um dos poucos cálices que Jesus usou na última ceia.

Palacio del Marqués de Dos Aguas

Palacio del Marqués de Dos Aguas. Foto de: valenciabonita.es

Esta foi a residência da família Rabassa de Perellós, um magnífico edifício que fica exatamente no centro de Valência. Este edifício monumental, que atrai a atenção daqueles que o contemplam por sua originalidade e riqueza da decoração artística das suas fachadas e do seu esplêndido interior, foi construído no século XV pela família Rabassa Perellós.

De estilo rococó, demonstra sua opulência em sua fachada de mármore. Ainda, destaca-se a porta principal. Atualmente, o palácio é o Museu Nacional de Cerâmica González Martí.

Os historiadores contam que esta casa foi, durante muitos séculos, um símbolo de opulência e nobreza em Valência. Ademais, esta família enriquceu, primeiro com os negócios mercantis e depois com os arrendamentos dos direitos da Generalitat, isso é, os contratos de contribuições indiretas.

Torres de Quart e Torres de Serranos

Torre de Quart. Foto de: Jonathan Rice. valenciapropetynews.es

Como uma cidade amuralhada, Valência possui duas grandes torres de entrada, as Torres de Quart e as Torres de Serranos. Hoje em dia, esses dois monumentos são os principais vestígios da antiga muralha medieval que cercava e protegia o lugar.

Torres de Quart é um par de torres gêmeas que faziam parte da muralha medieval que cercava a antiga cidade de Valência, cuja função era defender a cidade.

Torre Serrano vista de frente.
Torre de Serranos. Foto de: Diego Delso. es.wikipedia.org

Já a Torres de Serranos deverá ser vista pela frente e por atrás, uma vez que sua aparência varia muito com o ângulo que é vista. A Puerta de Serranos, é um dos doze portões que guardavam o antigo muro cristão da cidade de Valência, Espanha. É de estilo gótico valenciano, do final do século XIV.

Basílica de la Virgen de los Desamparados

Foto da basílica de Nossa Senhora dos Desamparados.
Basílica de la Virgen de los Desamparados. Foto de: valenciagratis.es

Em português a Basílica de Nossa Senhora dos Desamparados, é considerada como uma das igrejas mais importantes da cidade. Sobretudo, o lugar é bastante visitado, pois possui a imagem de Nossa Senhora dos Desemparados que, segundo história, foi esculpida por três peregrinos escultores, considerados pela comunidade Valenciana como anjos. Eles apareceram em determinado momento somente para cumprir com a missão de deixar a imagem que se encontra exposta atualmente na igreja. De acordo com que contam, até hoje a ciência não conseguiu determinar de que material esta imagem é feita.

 El Carmen

Calle Caballero – El Carmen. Foto de: como-disfrutar-tu-jubilacion.blogspot.com.es

El Carmem conserva ainda a essência de um bairro medieval, que se formou entre duas muralhas:  muçulmana, no século XI e católica, no século XIV. Atualmente é o lugar mais boêmio de Valência, ainda mais, por seus bares, restaurantes e lugares para dançar.

Assim sendo, El Carmen é um lugar para visitar tanto de dia quanto de noite. Surpreendente é a Calle de Caballeros, na Plaza de la Virgen, com seus bares e lugares de tapas. Ademais, deste local você pode ver as Torres de Quart e Torres de Serranos.

Valência Moderna

Cidade das Artes e Ciências

Cidade das Artes e Ciências – Valência. Foto de: https://www.womexplore.dametur.com/ciudades-que-visitaras-en-espana/

A Ciudad de las Artes y las Ciencias, em espanhol, é um dos principais atrativos de uma Valência, moderna, que conserva o antigo, com um olhar no futuro.

Entretanto, trata-se de um centro de cultura e lazer que foi inaugurado em 1998, a fim de que, a comunidade local pudesse ter um espaço familiar de primeira classe, como o planetário L’Hemisfèric, o cinema IMAX, e o L’Umbracle, que é uma coleção botânica de espécies vegetais nativas de Valência.

Oceanográfic

Oceanográfic de Valência
Oceanográfic. Foto de: https://www.bluffton.edu/homepages/facstaff/sullivanm/spain/valencia/calatravacity/1616.jpg

Este é o segundo oceanográfico do mundo, inaugurado em 2003 e atualmente conta com mais de 500 espécies aquáticas, organizadas em 10 áreas, cada qual ambientado de forma diferente. Inegavelmente é um lugar de tirar o folego. Por exemplo, o Tanque do Ártico, vai te surpreender com as baleias nadando.

Igualmente é uma experiencia única recorrer o túnel submarino que é o maior da Europa. Além disso, você estará passeando por baixo de tubarões, literalmente. A sensação é incrível, esperamos que você curta essa aventura!

Mercado de Colón

Mercado de Colón. Foto de: https://amuraworld.com/topics/by-the-world/articles/1308-comunitat-valenciana

Então, seguindo por uma Valência moderna, você deve conhecer este mercado central. Ele é um ótimo exemplo da arquitetura de vanguarda dessa encantadora cidade. Nesse sentido, este mercado é percebido como uma parte da história que já visualizava o futuro, por um lado pela arquitetura Art nouveau e por outro por ser uma obra modernista. Assim que vale a pena conhecer.

Cidade de Praia

Além disso, Valência é uma cidade de praias lindas e com ótima infraestrutura, totalmente preparada para receber aqueles que gostam de atividades aquáticas.

Praia Malvarrosa

Praia de Malvarrosa, vista do chafariz
Praia Malvarrosa. Foto de: http://en.comunitatvalenciana.com/happening-now/valencia/news/malvarrosa-beach

Esta é a principal praia da cidade. Muito bem cuidada, que conta com salva-vidas, estação medica, chuveiros, bebedouros e rampas de acesso. Apesar de ser uma praia urbana, possui a bandeira azul indicando que é própria para banho. Portanto, depois de passear pela cidade você pode ainda se deliciar com um refrescante banho de mar. A praia é ideal para crianças, pois tem ondas calmas.

Praia El Saler

Praia El Saber. Foto de: https://playas-es.ams3.cdn.digitaloceanspaces.com/5792/19317041.jpg

Se acaso, você é daquelas pessoas que preferem as praias mais tranquilas, pode visitar a Praia El Saler, que está ao sul da cidade. Seja como for, é um ótimo lugar para caminhar e desfrutar da natureza local.

Onde comer

Bocadella Tapas – Valência. Foto de: lifevalencia.es/restaurantes

Como não poderia faltar, Valência tem ainda um plus muito importante que você deve conhecer: a gastronomia local. Portanto, é aqui que você irá provar uma das melhores paellas espanhola. Que não só é o prato mais famoso da Espanha, como também é um dos preferidos de Valência.

Como sugestão gastronômica, recomendamos descobrir os restaurantes do bairro El Carmen, como também os da Praia Malvarrosa. Todavia para os indecisos, sugerimos El Forcat (El Carmen), ótimo para quem quer experimentar a paella. La Murciana (Praia Malvarrosa) localizado frente à praia, possui uma carta variada e um ótimo atendimento. Ademais, no centro de Valência se encontra Bocadella Tapas, que é um lugar bastante acolhedor e com bom preço.

Enfim, esperamos que nossas sugestões ajudem em seu planejamento de viagem e se você for a Espanha, não esqueça de passar por Valência. Você irá adorar!

 

Dica => Acomodações em Valência

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *