Saiba o que fazer em Pucón no Chile

A primeira vista, Pucón não costuma ser muito atrativa para os turistas que chegam ao Chile. Todavia, esta pequena cidade pouco conhecida pelos turistas tem muito a oferecer para você, especialmente atividades realizadas nos arredores da cidade e ao ar livre.

Dessa maneira, se você é o tipo de turista que adora viajar para locais que permitam estas atividades, Pucón é o destino ideal. Com o intuito de familiarizá-lo com esta cidade, fizemos este breve artigo sobre Púcon. Contaremos sobre o local e falaremos sobre seus atrativos. Confira!

Curiosidades sobre Púcon

Destino localizado no sul do país, esta cidade se encontra a 780 km ao Sul de Santiago. Desse modo, não é um dos principais destinos do país. Contudo, especialmente nos últimos anos, a cidade vem ganhando destaque no cenário turístico nacional e internacional por conta dos seus atrativos.

Com um clima temperado e um ambiente tranquilo a cidade é ideal para quem deseja realizar atividades ao ar livre, esportes e outras atrações típicas do ecoturismo. Os Lagos e as Montanhas da região são os principais locais para fazer estas atividades como trilhas, rafting e snow-board.

Como chegar em Púcon

A maneira mais adequada de chegar até a cidade de Púcon é de avião, uma vez que a cidade se encontra a 780 km da capital Santiago. Todavia, a cidade dispõe de um pequeno aeroporto, que não funciona durante boa parte do ano. Dessa maneira, você deve se endereçar a Temuco ou Valdívia.

Estas cidades são vizinhas a Púcon (distantes cerca de 100 km da cidade) e ofertam aeroportos com boa infraestrutura que recebem voos regularmente da capital Santiago. Entre as duas opções, Temuco é mais utilizada, pois é mais moderno e mais próximo ao centro de Púcon.

Playa Grande

Play Grande, Pucón. Fonte: Wikimedia.
Play Grande, Pucón. Fonte: Wikimedia.

Playa Grande é a mais famosa praia de Pucón. Ela se encontra bem próxima ao centro da cidade. É uma praia que conta com águas de baixa temperaturas e é de água doce. Ademais, você encontrará muitas pessoas nesta praia, especialmente nativos.

Tons escuros da areia vulcânica. Fonte: Stephen Colebourne.
Tons escuros da areia vulcânica. Fonte: Stephen Colebourne.

Outro ponto peculiar sobre a praia é a tonalidade da areia, que é escura devido as influências dos vulcões da região. O melhor período para visitar o local é durante o verão.

Ojos del Caburgua

Ojos Del Caburgua. Fonte: Alejandro Lopez.
Ojos Del Caburgua. Fonte: Alejandro Lopez.

As quedas d’águas correspondem a um dos fenômenos mais bonitos da natureza. Dessa maneira, se você é fã destas formações, vale a pena conhecer Ojos del Caburgua, que nada mais são do que conjuntos de quedas d’águas localizadas a 20 km da cidade de Pucón.

A área das cachoeiras é de rara beleza e é cercada pela vegetação típica de araucárias da região. Contudo, o acesso até ela contém um pequeno grau de complexidade, sendo necessário realizar uma pequena trilha em um terreno acidentado — o que pode ser inviável para algumas pessoas.

Todavia, ao final, o esforço vale a pena, tendo em vista a beleza da formação das quedas d’água, assim como a coloração das águas (uma coloração que varia entre o verde e o azul). a Laguna Azul também é muito bonita e está presente no local.

Embora a bela coloração das águas sejam um convite para um bom banho, estas lagoas são apenas para contemplação, sendo proibidos os banhos nestes lagos e quedas d’águas.

Lago Caburgua

Dia movimentado no Lago Caburga. Fonte: David Becker.
Dia movimentado no Lago Caburga. Fonte: David Becker.

Este lago se encontra no povoado de Caburga, que por sua vez se localiza a 30km da pequena cidade de Pucón. Desse modo, é necessário se deslocar até o local de carro. Contudo, a visita vale a pena. O lago apresenta águas cristalinas e está envolto de muito verde e o vulcão inativo Vergara.

Ademais, o lago se destaca por sua rara beleza, especialmente para os dias ensolarados do verão. Há duas praias no lago que são bastante requisitadas: Playa Blanca e Playa negra. Estas praias lotam durante a alta estação, tanto de turistas quanto de nativos.

Parque Nacional Huerquehue

Parque Nacional Huerquehue. Fonte: Wikimedia.
Parque Nacional Huerquehue. Fonte: Wikimedia.

Este parque está localizado a 35 km da pequena cidade de Pucón. Uma das principais vantagens do passeio é que você pode fazê-lo sem guias ou agências. Ademais, vale destacar a beleza singular do parque, que conta com lagos e belíssimas araucárias, trilhas e cachoeiras.

Outro ponto que merece destaque quando falamos sobre este parque são as diversas trilhas que ele apresenta, com graus de dificuldade diversos. É indicado, portanto, para os vários tipos de exploradores, desde os mais experientes até os amadores.

A trilha mais conhecida é a “Los Lagos”, que possui 12 km de comprimento e no trecho mais dramático conta com 600 m de subida íngreme. Contudo, ao final, todo esforço é recompensado pelas cachoeiras Trufulco e Nildo de Águilas.

Por fim, fica a dica para utilizar vestimentas próprias para realizar as trilhas, especialmente sapatos fechados. Também é importante não esquecer de levar alimentos e água, para manter-se hidratado e alimentado durante todo o passeio.

Canopy

Esportes radicais em Pucón. Fonte: BernieCB, Flickr.
Esportes radicais em Pucón. Fonte: BernieCB, Flickr.

O canopy nada mais é do que atividades de arvorismo e escorregamento na tirolesa. As flores de araucárias da região potencializam estas atividades. Dessa maneira, se você gosta de aventura e de esportes radicais, esta é uma atração imperdível para você.

Ademais, esta atividade pode ser feita tanto nas florestas que circundam a cidade de Pucón como nos lagos e rios da região — especialmente falando sobre as tirolesas.

Cuevas Volcánicas

Vista dos vulcões. Fonte: Guillermo Nova.
Vista dos vulcões. Fonte: Guillermo Nova.

As Cuevas Volcánicas são cavernas formadas ao longo de milhões de anos pela lava dos vulcões da região. Desse modo, além de ser um passeio interessante pela questão da paisagem, ele é muito instrutivo, pois ensina sobre a influências dos vulcões na formação do espaço local.

Ademais, você aprende sua como os vulcões se formam, quais são seus principais atributos e características no momento em que eles entram erupção, assim como as atividades que eles apresentam ao longo do tempo.

La Poza

La Poza. Fonte: Wikimedia.
La Poza. Fonte: Wikimedia.

Este atrativo consiste em uma pequena porção do Lago Villarica, de onde saem as principais embarcações da cidade. Desse modo, este local é mais utilizado para a contemplação do que para os banhos, uma vez que por conta da utilização para navegação, as águas não são propícias ao banho.

Ademais, podemos destacar o crepúsculo na região (período entre o entardecer e o anoitecer), que torna o passeio na região muito significativo. Além disso, há a visão do Vulcão Villarica, um dos cartões postais da cidade.

Plaza de Armas de Pucón

Plaza de Armas. Fonte: Italo Luis Muñoz Canessa.

Esta é a principal praça de Pucón. Ela ocupa um quarteirão inteiro do centro da cidade e conta com um excelente trabalho de paisagismo e arborização. Desse modo, é um excelente espaço para você passar uma tarde e relaxar.

Além disso, conta com vários monumentos históricos no seu entorno, o que ajuda a criar uma atmosfera mais atraente neste atrativo.

Quando ir

A grande parte dos passeios de Pucón são realizados ao ar livre. Desse modo, a alta temporada turística na cidade ocorre durante o verão, quando os principais atrativos da cidade estão mais bonitos e permitem a execução das atividades mais adequadas.

Ademais, para muitos, o Chile é um lugar para se visitar durante o inverno. Contudo, Pucón não entre nesse rol de cidades, sendo a cidade mais adequada durante o verão. Além do inverno fazer muito frio, as chuvas são constantes.

Enquanto isso, no verão as temperaturas são amenas e a precipitação de chuvas são raras. O céu limpo e tempo agradável são perfeitos para você visitar as lagoas, as montanhas e fazer as trilhas de forma segura e confortável.

Cultura

A cultura em Pucón é muito similar ao restante do país. Isto é, apresenta grandes influências dos conquistadores espanhóis, assim como de diversos emigrantes europeus e de outros países da América do Sul, como Argentina e Uruguai.

Estas influências podem ser sentidas nos mais variados elementos culturais, como dança, música e teatro. Contudo, ela é sentida de forma mais intensa na gastronomia, que falaremos de forma mais aprofundada posteriormente.

Dicas de viagem

A principal dica de viagem que pode ser elencada é a aquisição de um seguro viagem antes de fazer a viagem, embora essa dica seja importante para todos os destinos que você realizar, especialmente quando viaja para fora do país.

Se você decidir viajar para a cidade durante o inverno, para curtir o frio, saiba que a maioria das atrações estarão fechadas. Além disso, a densa neblina fará com que você perca a visibilidade da floresta e dos belos lagos da região.

Contudo, tomar um vinho e comer uma massa na cidade durante esse período pode ser uma boa pedida.

Gastronomia

Apesar de pequena, Pucón tem destaque no cenário gastronômico nacional. A variedade também é outro elemento de destaque, pois há restaurantes tanto da alta gastronomia quanto populares. Eles são bem diversificados e utilizam diversos elementos e materiais típicos da região.

Ademais, há duas regiões na cidade que se destacam pela presença de bons restaurantes: Calle Fresia e O’higgins. As principais indicações de restaurantes que podemos apresentar são o Restaurante Cassi — com grande diversidade em seu cardápio e o La Maga.

Este último, apesar de ser um restaurante uruguaio, apresenta carnes saborosas, sobremesas com doce de leite e excelentes vinhos. Se você não se acostumar com a comida chilena, que muitos consideram ‘esquisita’, este restaurante pode ser uma excelente fuga.

Conclusão

Embora não seja um dos destinos mais famosos do Chile, a pequena cidade de Pucón tem tudo para fazer você perder o ar com os excelentes atrativos naturais. Dessa maneira, vale a pena incluir esta pequena cidade no seu roteiro de viagens ao Chile, especialmente se deseja espairecer e relaxar!

Dica => Acomodações em Pucón

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *