Riachão – Um Paraíso no Noroeste Brasileiro

Vamos iniciar uma viagem até o Riachão. Para começar, pedimos que fechem os olhos e imaginem um lindo dia de sol no noroeste do Brasil.  Mas, não pense que você está em uma praia, e sim no interior do estado do Maranhão. Então, nós pedimos você para pensar que está em uma piscina de água cristalina, em que a única coisa que você ouve é o barulho da água que cai em uma cachoeira próxima.

Você pode pensar que é um sonho. Mas temos a alegria de lhe dizer que isso é realidade. Este é o Riachão. Uma região que todos nós buscamos para estar em total contato com a natureza.

Agora vamos contar um pouco da sua história. Riachão foi batizado com esse nome por estar localizado ás margens de um riacho de águas muito cristalinas. A partir de 29 de abril de 1835, Riachão passa a ser uma vila. Hoje é um município.

Esta cidade é um dos lugares favoritos de turistas que procuram aventura, emoção ou descanso. E tudo isso o visitante encontrará se optar por conhecer o Riachão.

No entanto, um fato importante a saber é que a melhor época do ano para visitar o Riachão é de maio a setembro, porque é considerada a estação seca. Antes de mais nada, vale a pena saber que o verão nesta região é marcado por muita chuva. Evidentemente você também poderá se divertir e tirar fotos impressionantes também no verão. Porém todos nós sabemos que as tempestades são muito boas para o nosso meio ambiente, mas muito desconfortáveis ​​para o turista. É melhor deixar a natureza se vestir explendor para o nosso desfrute.

Portanto, nós te convidamos a descobrir este lugar mágico e temos certeza que você não irá se arrepender!

Chapada das Mesas –  Parque Nacional

Chapada das Mesas. Foto de: documentosdeviagem.com

O Parque Nacional da Chapada da Mesas, está localizado no estado do Maranhão, na fronteira com o Tocantins. É uma área de preservação que ocupa 160.046 hectares,  e possui uma vegetação típica do noroeste brasileiro: o cerrado.

Este é, sem dúvida, um espaço onde a fauna e a flora são fartos em animais e plantas que retem alto valor para o ecossistema. Lá você vai conseguir encontrar florestas de buritizais , uma geografia de falésias vermelhas, chapadas, vales, canyons e uma série de formações rochosas que se transformam em cavernas, cachoeiras e rios. É a natureza totalmente vestida de charme e beleza. Um verdaeiro encanto aos olhos!

Aliás, é bom saber que o termo “chapada” é uma referência à formação geográfica típica do Brasil , um tipo de serra sem nenhum cume, devido a erosões sofridas pelo tempo. Muitos as descrevem como grandes mesas.

A Chapada das Mesas é considerada por muitos um Santuário ecológico, por tudo o que ela tem a oferecer. Ela necessita ser preservada por causa de seus numerosos e espetaculares monumentos naturais. Agora iremos te apresentar cada um deles.

Poço Azul – as águas cristalinas 

Poço Azul. Foto de: trilhandomontanhas.com

Iniciamos nossa aventura em Riachão conhecendo uma das áreas mais bonitas do Maranhão, a Chapada das Mesas. É neste lugar onde vamos encontrar o famoso poço, que se localiza dentro de um complexo turístico: Complexo Ecoturismo Poço Azul.

Poço azul está situado a 34 km da cidade. Aqui a maioria dos caminhos são de cascalho. Por este motivo, muitos preferem ir em excursões 4X4. Durante o percurso, você tomará um pouco de terra, mas tudo isso é compensado pela beleza exuberante de uma fauna típica.

Finalmente quando você chegar ao Poço Azul, encontrará uma enorme piscina de 5 metros de profundidade, totalmente natural, no meio de uma bela floresta. O visitante poderá mergulhar em águas cristalinas e descobrir que o fundo da lagoa está coberto de pedras transparentes, o que permite uma maior transparência das águas.

As águas mantêm uma temperatura de 22 graus e ao seu redor existem pequenas cachoeiras, o que torna a piscina muito mais convidativa. Ao banhar-se nesta laguna, o visitante pode receber pequenas mordidinhas dos peixes que aí habitam. É uma sensação bem relaxante!

É um lugar que você pode ir para passar o dia. Os moradores da localidade sempre recomendam que você chegue cedo, porque é um lugar que enche muito.

Frisamos que o complexo possui uma infraestrutura com diferentes atividades de ecoturismo. A entrada atualmente custa R$ 60,00. Lá você poderá tirar fotos impressionantes, caminhando pelas passarelas de madeira que estão no meio de um desfiladeiro de selva.

Encanto Azul – um banho de natureza   

Encanto Azul. Foto de: ahvocevai.com.br

Está localizado antes de Poço Azul, e a 6 km da cidade, você pode ir a pé ou veículo 4×4. No entanto, é recomendável que você contrate guias locais que estão sempre prontos para ajudá-lo.

Enquanto você ainda estiver na estrada rural, a caminho de Encanto Azul, poderá se deparar com raposas, bandos de maritacas, tatus e casais de siriemas.

O melhor horário para conhecer as piscinas de Encanto Azul é entre 10 e 13 horas, pois é quando os raios solares refletem na água e lhe concede a magnífica cor azul. Você vai adorar!

A boa notícia é que a entrada do Encanto Azul é totalmente gratuita.

Cachoeira Santa Barbara – um imenso véu de água 

Cachoeira Santa Barbara. Foto de: casalcomrodinhasnospes.com.br

Uma outra atração é a Cachoeira de Santa Barbara que fica pertinho de Poço Azul. Recebeu este nome devido sua forma lembrar uma santa. Com 76 metros de altura, é um espetáculo até mesmo para os turistas mais distraídos que caminham por ali. É a mais alta da região. Este lugar é cercado por falésias e fauna exuberante.

Morro do Chapéu – trekking na montanha

Morro do Chapéu. Foto de:

Este é o ponto mais alto do Parque Nacional. É um lugar onde se vai viver uma grande aventura em meio de um cenário extraordinário. ´Para ter acesso a parte mais alta da montanha é preciso fazer uma caminhada subindo 365 metros.

É recomendado que você vá com um guia da região, que além de mostrar-lhe lugares únicos, deixará o passeio mais interessante com as anedotas de lendas místicas que circulam no Morro do Chapéu. Também é importante que você vá com um veículo 4×4, pois o caminho parece desaparecer em alguns pontos.

 Portal da Chapada – um cenário fotográfico

Portal da Chapada. Foto de: br.pinterest.com

Com certeza este é o lugar onde todos querem tirar uma foto sensasional tendo ao fundo do Morro do Chapéu. Você não acha que deveria tirar a sua?

Bem, o Portal é uma formação rochosa esculpida pela erosão. Possui uma abertura em forma de pirâmide, que se torna a mais bela vista do Parque Nacional. Neste lugar você pode se sentar e constatar a grande extensão e beleza do Cerrado brasileiro.

A sugestão é que se faça a visita ao Portal pela manhã, antes do nascer do sol, pois é outro espetáculo para os fãs de fotos panorâmicas.

Pedra Caída – Aventura pelas águas 

Cachoeira do Santuario Pedra Caída. Foto de: maranhaomaravilha.blogspot.com

Antes de mais nada, te convidamos a ir também ao Complexo Pedra Caída, próximoa estrada, e tem fácil acesso. Aliás, este lugar não é em Riachão, é na cidade vizinha chamada Carolina. De qualquer forma, é um lugar que vale a pena conhecer, porque é um santuário ecológico. A taxa de entrada é de R $ 60,00.

Para que você chegue no canyon, as cachoeiras do Santuário, Porteira e Garrote, você passa por uma ponte suspensa. Destaca-se a cachoeira do Santuário, considerada a mais bela. O motivo é a queda de 46 metros de água que sai de dentro de um grande canyon.

Canyon do santuário em Pedra Caída

Cahoerira do Santuario Pedra Caída. Foto de: pt.wikipedia.org

A saber, o complexo Piedra Caída é um dos melhores da região. Ainda mais que lá, você encontrará churasqueiras, guarda-volumes, banheiros, lojas, restaurantes, teleféricos e também atividades de aventura tais como tirolesa, mountain bike, caminhadas, entre outros. Este é um excelente lugar para passar o dia. Agora é só aproveitar!

Cachoeira da Prata – um paraíso quase intocável

Cachoeira da Prata. Foto de: cachoeirasecascatas.blogspot.com

Já que você está perto também poderá conhecer as cachoeiras que estão por lá. Elas fazem parte do Parque Nacional mas se localizam dentro do município de Carolina. A primeira que te apresentamos é a Cachoeira da Prata.

Com efeito, esta cachoeira está situada dentro de uma área privativa, que você pode acessar pagando uma taxa de entrada. Mas o ponto positivo é que o local tem uma infra-estrutura turística que conta com uma confeitaria, banheiros, entre outros.

Com efeito, dependendo da época do ano, você não poderá banhar-se na cachoeira por causa do grande fluxo de água. Por outro lado, você ficará surpreso com a beleza desta pequena cachoeira no meio do Parque.

Cachoeira São Romão – por trás da caída

Cascada de São Romão. Foto de: cachoeirasecascatas.blogspot.com

Conforme seguimos pelo caminho, encontraremos a cachoeira de São Romão. No entanto é um passeio deverá ser feito em veículo 4×4.

Ademais, este é um lugar maravilhoso para quem gosta de viver grandes emoções. Isso porque, por trás da chachoeira, existe uma caverna. Por isso, muitos se aventuram a descobrir o mistério de estar dentro de uma cachoeira. Contudo, outros preferem assistir ao show externo. Assim que lá você pode escolher o que mais gosta.

Onde comer em Riachão

Decerto, depois de tanto caminhar e nadar nas cachoeiras do Parque Nacional, o Riachão se torna um lugar para jantar e descansar. Assim, sugerimos como restaurantes: Restaurante e Pizzaria Casa de Palha, Restaurante Sabor do Nordeste, Steakhouse Brasil.

Hotéis e Pousadas

Abaixo segue algumas ofertas para você se hospedar, ou se preferir nesse link você encontra as pousadas com o melhor custo benefício.



Booking.com

Posts Relacionados