O que fazer em Parnaíba

Carnaúba, árvore símbolo do Piauí. Fonte: Otávio Nogueira, Wikicommons.
Carnaúba, árvore símbolo do Piauí. Fonte: Otávio Nogueira, Wikicommons.

Parnaíba é um dos principais municípios do Estado do Piauí, sendo o segundo em população e o mais influente da região litorânea do Piauí. Em um Estado que teve sua colonização iniciando no interior, algo incomum no Brasil, Parnaíba chama atenção tanto pelas belezas naturais quanto pela cultura.

Com o intuito de esclarecer a consolidação da cidade de Parnaíba, assim como mostrar os seus principais atrativos, fizemos este breve guia completo sobre o que fazer quando visitar a cidade. Aqui trataremos sobre a história, principais pontos turísticos, gastronomia, como chegar, etc. Confira!

História de Parnaíba

Delta do Parnaíba. Fonte: Fernanda Gonçalves, Flickr.
Delta do Parnaíba. Fonte: Fernanda Gonçalves, Flickr.

Antes da chegada dos colonizadores, a região era ocupada pelos índios Tremembés. Desse modo, a partir da sua ocupação, a principal atividade era o comércio, visto que a legislação da época impedia a criação de gado em regiões próximas ao litoral

No século XIX, mas precisamente no ano de 1844, o vilarejo ganha status de município, devido a alta população e grande influência sobre aquela região do Nordeste brasileiro, influenciando tanto o Estado do Piauí quanto Maranhão e Ceará.

Como chegar em Parnaíba

Parnaíba conta com um aeroporto internacional, que recebe voos regularmente da maioria das capitais brasileiras. Outra excelente alternativa é ir de carro, ou de Teresina, ou de Fortaleza.

Para a primeira opção, é necessário pegar a BR-243 e seguir direto até chegar na cidade de Parnaíba. Para a segunda opção, partindo de Fortaleza, é necessário pegar BR-222 até encontrar a BR-243 e de lá seguir até a cidade de Parnaíba.

Ademais, outra opção muito válida é a viagem de ônibus, que partem tanto de Fortaleza quanto de Teresina.

Delta do Parnaíba

Dunas no Delta do Parnaíba. Fonte: G B, Flickr.
Dunas no Delta do Parnaíba. Fonte: G B, Flickr.

O Delta do Parnaíba corresponde à foz do Rio Parnaíba, que separa geograficamente os estados do Maranhão e Piauí. A grande vazão do rio, que deságua no oceano atlântico após quase 1.500 km de extensão garante uma paisagem muito diversificada e de grande beleza.

Desse modo, é possível verificar no Delta do Parnaíba a existência de dunas, mangues e diversas ilhas fluviais. O Delta está inserido em 10 municípios entre o Piauí e o Maranhão, mas ele se inicia em Parnaíba. Também é do município que partem os melhores passeios, para os locais mais bonitos do Delta.

Centro Histórico

Casa Inglesa no centro histórico de Parnaíba. Fonte: Bcoelhophb, Wikicommons.
Casa Inglesa no centro histórico de Parnaíba. Fonte: Bcoelhophb, Wikicommons.

O Centro Histórico é onde se iniciou a história da cidade. Desse modo, é onde você deve ir para conhecer verdadeiramente a história de determinado local. E em Parnaíba não poderia ser diferente.

No Centro Histórico está localizado o Porto das Barcas, de onde é possível comprar uma passagem de barco para fazer os principais passeios no Delta do Parnaíba.

Além disso, o espaço conta com diversos restaurantes, lojas de artesanato local e agências turísticas, que ofertam diversos passeios para regiões próximas, como Jericoacoara, Lençóis, o próprio Delta do Parnaíba. Além disso, há a casa inglesa na região, importante sobrado do século XIX.

Praia Pedra do Sal

Praia em Parnaíba. Fonte: G B, Flickr.
Praia em Parnaíba. Fonte: G B, Flickr.

A Praia Pedra do Sal é uma das mais conhecidas da cidade de Parnaíba. Nesta praia, você pode avistar um lindo pôr do sol. Além disso, as águas mornas da praia a torna apropriada para um bom banho de mar. A faixa de areia extensa e de fácil caminhada permite que você explore o local perfeitamente.

Ademais, a praia contém alguns quiosques durantes os finais de semana e feriados. A praia contém uma Pedra bem no meio dela, que deu origem ao nome da mesma. De um lado, as ondas são mais fortes e do outro, mas calma. Desse modo, a escolha pelo lado depende do seu perfil.

Casa das rendeiras

“Ê mulher rendeira/ ê mulher rendá/ me ensina a fazer renda/ que eu te ensino a namorar.” Estes versos estão contidos em um xote muito famoso do Nordeste, eternizados na voz de Luiz Gonzaga. Desse modo, a renda é um dos principais patrimônios imateriais do Nordeste.

Por conta disso, vale a pena realizar uma visita na Casa das Rendeiras. Ela está localizada na Ilha de Grande de Sta. Isabel, em Parnaíba. Lá você conhecerá o trabalho das rendeiras do Piauí. Além disso, há diversos produtos à venda, que você pode levar de recordação ou como presente para familiares e amigos.

Lagoa do Portinho

Lagoa do Portinho. Fonte: Otávio Nogueira, Wikicommons.
Lagoa do Portinho. Fonte: Otávio Nogueira, Wikicommons.

A Lagoa do Portinho consiste numa imensa lagoa de águas cristalinas. Inserida em uma região de fácil acesso na cidade, é um dos principais locais para se visitar em Parnaíba. Todavia, nos últimos anos, a lagoa tem se tornado cada vez mais seca, devido, sobretudo, aos desvios dos afluentes dos rios.

Entretanto, o local ainda é muito bonito e um dos principais pontos turísticos de Parnaíba. Dependendo da época do ano e do regime de chuvas na região, o lago pode voltar a ficar cheio e recuperar um pouco da beleza de outrora. Quem sabe você não dá essa sorte? Inclua a Lagoa do Portinho no roteiro.

Luís Correia

Luís Correia. Fonte: Otávio Nogueira, Wikicommons.
Luís Correia. Fonte: Otávio Nogueira, Wikicommons.

Luís Correia é um município vizinho à Parnaíba. Mais recluso, ele contém belas praias, ideais para caminhar, pegar um sol e tomar banho de mar. Atrai diversos turistas em épocas do ano como o réveillon e o carnaval. Desse modo, se você gosta de ambientes mais reclusos, evite essas épocas.

Entre os principais atrativos de Luís Correia, podemos destacar a Praia de Atalaia, Árvore “Cabelo Penteado” e Lagoa do Portinho. Além disso, a cidade apresenta um belo cenário para você descansar, relaxar e se desligar um pouco do estresse.

Barra Grande

Barra Grande, Piauí. Fonte: Otávio Nogueira, Wikicommons.
Barra Grande, Piauí. Fonte: Otávio Nogueira, Wikicommons.

Barra Grande é um vilarejo vizinho à cidade de Parnaíba. Ele se encontra inserido no município de Cajueiro da Praia. Assim como Luís Correia, as praias de Barra Grande são bem reclusas e dispõe de espaços ideais para relaxar e fugir das praias de Parnaíba, que costumam ser mais movimentadas.

Além disso, as praias se destacam por sua rara beleza. Entre os principais atrativos de Barra Grande, podemos destacar as piscinas naturais de Taipu de Fora, Ponta do Mutá, Praia da Bombaça, Praia de Três Coqueiros e Praia dos Algodões.

Quando ir para Parnaíba

A cidade de Parnaíba se encontra próxima à linha do Equador. Ou seja, as altas temperaturas estão presente o ano inteira. Todavia, durante a primeira metade do ano, sol incide com maior intensidade sobre as águas e areias da região, possibilitando assim um maior fluxo de vento na cidade.

Ademais, outra dica importante a ser dada aqui é evitar os meses de férias para viajar ao local. Ou seja, os meses de dezembro, janeiro, junho e julho devem ser evitados, pois a cidade lota de turistas e tudo fica mais caro (restaurantes, pousadas, passeios, etc.)

Cultura

Carnaúba, árvore símbolo do Piauí. Fonte: Otávio Nogueira, Wikicommons.
Carnaúba, árvore símbolo do Piauí. Fonte: Otávio Nogueira, Wikicommons.

Inserida em um Estado do Nordeste, a cidade apresenta fortes traços da cultura nordestina, seja na música, seja na culinária ou modo de se vestir. No campo religioso, a cidade se destaca pelo festejo em homenagem à São Francisco de Assis. Durante o festejo, a cidade enche de devotos.

No mês de junho, o São João, tão popular no Nordeste, também é muito movimento na cidade, que dispõe de uma cidade própria — folguedos. O carnaval é outra festa de forte apelo na cidade, atraindo turistas de toda a região Nordeste, especialmente dos Estados vizinhos.

Ademais, outro ponto de destaque que podemos falar sobre a Parnaíba é o uso de carnaúba para a fabricação dos mais diversos produtos. Nesta lista, estão incluídos objetos artesanais, ideais para quem deseja levar para casa ou de recordação para amigos e parentes.

Dicas de viagem

Conforme adiantamos anteriormente, o melhor período para visitar a cidade é no primeiro semestre, quando as brisas litorâneas são mais intensas e refrescam quem visita a cidade. Além disso, é importante beber bastante água e usar protetor solar, mantendo assim o corpo saudável.

Ademais, outra dica importante para quem visita a cidade é se programar para conhecer outras regiões próximas à Parnaíba, que dispõe de amplo potencial turístico também, como é o caso de Luís Correia e Cajueiro da Praia, citados anteriormente, além de Jericoacoara e Lençóis Maranhenses.

Gastronomia

Caranguejo, prato comum em Parnaíba. Fonte: Lindomar Cruz, Flickr.
Caranguejo, prato comum em Parnaíba. Fonte: Lindomar Cruz, Flickr.

A culinária de Parnaíba é muito influenciada tanto pelo sertão nordestino, quanto pelo litoral. Dessa forma, une tanto elementos como carne de sol, macaxeira frita, carne de bode quanto pescados e frutos do mar do litoral.

Assim como boa parte da culinária nordestina, a gastronomia em Paranaíba se destaca pelo tempero forte. Todavia, há restaurantes especializados nos mais variados tipos de culinária.

Ademais, essa variedade se deve a chegada de turistas de todas as regiões do Brasil e do mundo criou uma grande variedade gastronômica.

Entre os principais restaurantes de Parnaíba, podemos destacar:

  • Mangata Restaurante, especializado em frutos do mar;
  • Restaurante Caranguejo expresso, especializado em comida regional.

Conclusão

Assim sendo, a cidade de Parnaíba no Piauí apresenta uma série de atrativos para as mais variadas idades e gostos. Além disso, conta com excelente infraestrutura e roteiro próximo de outras grandes atrações daquela região do Nordeste brasileiro. E você, o que está esperando para conhecer a Parnaíba?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *