Lavra Novas

O distrito mais mineiro de Ouro Preto

Ouro Preto é um dos principais pontos turísticos do país, conhecida mundialmente por conta do seu patrimônio histórico. Todavia, para fugir dos clichês, muitos buscaram um distrito que expressasse de forma genuína a cultura e tradição mineira. Nesse contexto temos o distrito de Lavra Novas.

Descoberto por turistas que buscavam fugir da mesmice, o distrito de Lavras Novas oferece diversas peculiaridades para os seus visitantes, longe das badaladas Igrejas Barrocas de Ouro Preto. Mas afinal, que atrativos são esses? Para responder a esta questão, fizemos este breve artigo sobre Lavra Novas. Confira!

História de Lavras Novas

Lavras Novas. Fonte: Josue Marinho, Wikicommons.
Lavras Novas. Fonte: Josue Marinho, Wikicommons.

O distrito de Lavras Novas existe desde o século XVIII, visto que sua fundação data do ano de 1716. Com população majoritariamente negra, o local obtém excelentes vistas da região, além de ter preservado bem a cultura colonial mineira. Além disso, tem acesso rápido à inúmeras belezas naturais.

Apesar das qualidades apresentadas, os pontos de visitação de Lavras Novas ficaram praticamente desconhecidos do grande público até o ano de 1990, quando turistas em busca de paz, tranquilidade e natureza, descobriram o distrito. De lá pra cá, só aumentou a procura pelo local.

Como Chegar em Lavra Novas

Venda de cachaça em Lavras Novas. Fonte: Casa colorida em Lavras Novas, Fonte: Josue Marinho, Wikicommons.
Venda de cachaça em Lavras Novas. Fonte: Casa colorida em Lavras Novas, Fonte: Josue Marinho, Wikicommons.

Conforme destacamos anteriormente, Lavras Novas é distrito da cidade de Ouro Preto. Portanto, o caminho mais natural é partindo de Belo Horizonte. Há várias opções de ônibus que levam até a cidade de Ouro Preto. Na rodovia local, você deve se deslocar até a estação para rumar para Lavras Novas.

Para quem deseja ir de carro, é necessário pegar a BR-365 até o trevo que dá acesso à entrada de Ouro Preto. Nesse ponto, é necessário pegar a MG-125 à direita e seguir por 15 km até o distrito de Lavras Novas. A viagem é tranquila e a rodovia asfaltada, exceto nos 1,5 km finais.

Igreja de Nossa Senhora dos Prazeres

Igreja Nossa Senhora dos Prazeres. Fonte: Yaroslav Blanter, wikicommons.
Igreja Nossa Senhora dos Prazeres. Fonte: Yaroslav Blanter, wikicommons.

Uma das principais formas de se conhecer sobre a história de uma localidade e de um povo é por meio das suas construções. Desse modo, é obrigatório que você visite a Igreja Nossa Senhora dos Prazeres, localizado no centro do vilarejo.

A igreja, apesar de apresentar tamanho e traços simples, é de rara beleza e apresenta extremo bom gosto de seus humildes construtores. Construída ainda no século XVIII, a igreja tornou-se ponto de referência e local para que os negros católicos tivessem onde rezar e exercer suas atividades religiosas.

Andar sem rumo pelas ruas do distrito

Casas típicas de Lavras Novas. Fonte: Josep, Flickr.
Casas típicas de Lavras Novas. Fonte: Josep, Flickr.

Além de conhecer as edificações mais importantes, outra forma de se conhecer um local é desbravando-o sem pretensão, a pé. Se tratando de um local como Lavras Novas, que oferece uma arquitetura popular colonial bem diferente dos demais conjuntos urbanos brasileiros, essa prática é ainda mais indicada.

Observe as diversas casas e comércios nas ruas. Elas costumam ser bem coloridas e reforçam a influência da cultura popular na região. Além disso, nos pequenos comércios é possível comprar diversos produtos regionais.

Entre os produtos, destacam-se temperos, produtos da culinária local, utensílios de pedra, barro e palha e diversas lembranças para você levar para os seus amigos e familiares.

Cachoeira dos Namorados e dos Três Pingos

Cachoeira dos Namorados. Fonte: http://trilharemochilar.blogspot.com/
Cachoeira dos Namorados. Fonte: http://trilharemochilar.blogspot.com/

Um banho de cachoeira é capaz de renovar a alma. Desse modo, é quase um pecado visitar um lugar que possua belas cachoeiras e não separar uma parte do seu tempo para conhecê-las. Tendo isso em vista, apresentamos aqui as duas principais cachoeiras do distrito: Namorados e Três Pingos.

A primeira encontra-se a 5,5 km da principal avenida do vilarejo de Lavras Novas. É possível acessar o local por meio de carro, mas a estrada encontra-se em péssimas condições. Desse modo, é indicado que você opte por um automóvel 4×4.

Já a Cachoeira de Três Pingos está localizada a 4 km da avenida principal do vilarejo. Todavia, seu acesso é igualmente complicado, sendo necessário um veículo 4×4 ou ir a pé.

Ademais, o distrito de Lavras Novas conta com outras inúmeras Cachoeiras. Caso deseje visitá-las, basta entrar em contato com algum dos guias locais. Entretanto, tanto o acesso é mais difícil, quanto elas não se destacam tanto quanto estas apresentadas no quesito beleza e condições para banho.

Represa do Custódio

Represa do custódio. Fonte: https://pt.wikiloc.com
Represa do custódio. Fonte: https://pt.wikiloc.com

A Represa do Custódio consiste em um lago artificial, que foi possível graças a construção de uma pequena hidrelétrica no local. Dessa maneira, este largo artificial encontra-se a 6 km da avenida principal do distrito de Lavras Novas.

Por sua grande amplitude, é um local apropriado para piqueniques, observar o céu e contemplar o corpo d’água. A trilha para o local é de fácil execução, todavia, a distância é média e requer constante hidratação.

É possível se deslocar de carro até o local. Todavia, é recomendado que se faça um de um carro 4×4 para não ter maiores sustos.

Pedra do equilíbrio

 Pedra do Equilíbrio. Fonte: https://mapio.net
Pedra do Equilíbrio. Fonte: https://mapio.net

Este é um dos primeiros atrativos que você avistará quando chegar em Lavras Novas, pois a Pedra do equilíbrio está localizada na entrada da cidade. O ponto tem esse nome devido ao fato de nele estar contido uma rocha de tom avermelhado próximo a um precipício.

O local é ideal para quem almeja contemplar a paisagem da região, além de ver o pôr do sol. Ao chegar no vilarejo, pare um pouco para apreciar o local e se preparar para a estadia.

Mirante Rua da Fonte

Este mirante está inserido bem próximo à sede do vilarejo, na Rua da Fonte e a 300 metros da Avenida Nossa Senhora dos Prazeres, uma das principais da cidade.  Do mirante, é possível observar todo o vilarejo, além dos principais morros da região.

Mirante da Pedra

Este mirante é de fácil acesso e é possível avistá-lo a partir do Restaurante Pimenta Rosa, um dos principais do distrito. Do mirante é possível avistar boa parte da região, sua natureza, seus morros. É um local recomendado para quem deseja meditar, refletir e desestressar.

Quando ir para Lavra Novas

A cidade, assim como boa parte de Minas Gerais, tem o verão com dias bem quentes e noites amenas. Todavia, costuma chover muito durante o dia, o que pode prejudicar a execução de alguns passeios, seja pelo vilarejo, seja pelas trilhas à caminho das cachoeiras.

Por outro lado, no inverno, a temperatura costuma cair bastante, tanto pelas baixas temperaturas naturais do inverno, quanto pelo fato da cidade estar inserida em uma região de serra.

Se por um lado, o clima agradável do inverno ajuda a amenizar o cansaço das caminhadas, ele deixa as águas das cachoeiras mais geladas. Desse modo, o inverno é mais indicado para quem quer um passeio cultural, e o verão é mais indicado para quem deseja conhecer as belezas naturais da região.

Cultura

Casa colorida em Lavras Novas, Fonte: Josue Marinho, Wikicommons.
Casa colorida em Lavras Novas, Fonte: Josue Marinho, Wikicommons.

A cultura mineira é uma das mais ricas e celebradas de todo o país. Une a elegância da influência portuguesa, a vitalidade da cultura africana — trazida pelos escravos, e a sabedoria das tradições indígenas. Estes atributos permaneceram enraizados na cultura mineira em seus mais variados aspectos.

Em Lavras Novas, distrito de maioria negra, podemos destacar a influência do sincretismo religioso e do catolicismo, que foi adotado pelos negros na época do Brasil Colônia. Além disso, a influência na gastronomia se faz presente, com uso de ingredientes poucos convencionais para à época.

Por outro lado, há forte influência dos tropeiros e criadores de gado, visto que economia, vestuário e outros aspectos apresentam influência da cultura pecuarista do interior do Brasil.

Dicas de viagem

Paisagem comum em Lavras Novas. Fonte: pratiproy, Flickr.

Lavras Novas é um pequeno distrito de Ouro Preto, que, apesar do forte apelo turístico, ainda é uma pequena cidade do interior brasileiro. Dessa maneira, não há tanta infraestrutura em Lavras Novas. Agências bancárias, posto de gasolina e caixa eletrônico, por exemplo, você não encontrará.

Além disso, quase nenhum estabelecimento aceita cartão de débito ou crédito. Desse modo, é necessário levar dinheiro em espécie para realizar os pagamentos. Todavia, esse não deve ser um problema, visto que a atmosfera do vilarejo reforça exatamente isso: a oportunidade de se desligar.

Gastronomia

Conforme destacamos anteriormente, a gastronomia em Lavras Novas é extremamente influenciada pela cultura negra, visto que a maioria da população na cidade é negra e descendentes de escravos.

Além disso, a culinária local se destaca pelo toque caseiro e regional, fugindo da ‘goumertização’ e demais vícios gerados pela influência turística em Ouro Preto. Entre os principais restaurantes de Lavras Novas, podemos destacar:

  • Restaurante Taberna Casa antiga, especializado em comida regional e de fazenda
  • Pimenta Rosa Restaurante, especializado em comida mineira.

Conclusão

Assim sendo, Lavras Novas é um destino muito interessante para ser desbravado no interior de Minas Gerais. Distrito de Ouro Preto, este vilarejo apresenta suas próprias qualidades e merece ser incluído no seu roteiro de viagem por Minas Gerais. E você, o que está esperando para conhecê-lo?

Dica => Acomodações em Ouro Preto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *