Joinville, Santa Catarina

A Cidade das Flores

Festival das flores em Joinville. Fonte: https://wwwold.joinville.sc.gov.br
Festival das flores em Joinville. Fonte: https://wwwold.joinville.sc.gov.br

O Estado de Santa Catarina apresenta diversas cidades turísticas, como Florianópolis, Balneário Camboriú, São Joaquim e Blumenau. Todavia, um destino tão atrativo quanto estes apresenta todas as características para tornar a sua viagem inesquecível: a cidade de Joinville, no litoral norte do Estado.

Conhecida por sua alcunha de “Cidade das Flores”, a cidade de Joinville apresenta um dos melhores IDH do país, sendo uma cidade reconhecida por sua qualidade de vida. Além disso, conta com diversos atrativos históricos e culturais. Falaremos sobre os principais neste artigo. Continue lendo e confira!

História de Joinville

Joinville. Fonte: Webysther, Wikicommons.
Joinville. Fonte: Webysther, Wikicommons.

A região onde está localizada a atual cidade de Joinville era habitada pelos Índios tupis-guaranis até a chegada dos colonizadores e imigrantes europeus. Até o século XVIII o processo de ocupação da região era lento, e liderado em sua grande maioria pelos portugueses.

Todavia, o processo começa a se intensificar e dinamizar a partir do século XIX e inicio do século XX, com a chegada de imigrantes europeus. Desse modo, entre os principais fluxos imigratórios para a região, podemos destacar os alemães, atraídos pela grande oferta de terra e temperatura amena.

Como chegar em Joinville

Aeroporto de Joinville. Fonte: Matheus Wahl, Wikicommons.
Aeroporto de Joinville. Fonte: Matheus Wahl, Wikicommons.

A cidade de Joinville tem um dos maiores aeroportos da região sul do país, o Lauro Carneiro Loyola. Dessa maneira, a forma mais fácil de chegar a cidade é por meio de avião. Este aeroporto se encontra a 10 km de distância do centro da cidade de Joinville.

Todavia, outras alternativas, como o ônibus e o carro não são descartadas, devido, sobretudo, às curtas distâncias de outras cidades de Santa Catarina em relação a Joinville. Para quem vem do sul de Joinville, como Porto Alegre e Florianópolis é necessário pegar a BR-101.

De Porto Alegre, a viagem costuma durar umas 7 horas, com 615 km de distância aproximadamente. Já de Florianópolis a viagem costuma durar 2 horas e meia, com distância aproximada em 175 km.

Ademais, para quem vai para Joinville a partir de cidades ao Norte, como São Paulo e Curitiba, a BR-376 e, em seguida, a BR-101 deve ser o roteiro a seguido.

Para quem deseja chegar a cidade por ônibus, é necessário se dirigir às rodoviárias das cidades citadas, além das médias cidades do interior dos Estados de Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina e São Paulo, que costumam oferecer viagens diretas até a cidade de Joinville.

Parque Zoobotânico

Reforçando a fama da cidade em ser a “Cidade das Flores”, nada mais conveniente do que você visitar o seu Parque Zoobotânico, que contém diversas espécies de plantas e flores raras. Estas espécies são de vários locais do mundo e muitas delas também estão inseridas nas praças e canteiros.

Ademais, o local conta com uma excelente infraestrutura, com bebedouros e banheiros, além da entrada ser gratuita. Por fim, vale destacar que esse passeio pode ser realizado sozinho ou com família. Do Parque é possível acessar o mirante, seja a pé, seja por um ônibus que realiza o trajeto.

Rua das Palmeiras

Rua das Palmeiras. Fonte: Annette Bertlein, Flickr.
Rua das Palmeiras. Fonte: Annette Bertlein, Flickr.

Como a alcunha da cidade sugere — Cidade das Flores, o paisagismo na cidade é um de seus pontos fortes. Um dos destaques se dá na Rua das Palmeiras, que consiste em uma rua cercada por Palmeiras de ambos os lados, dando uma sensação de túnel natural e verde para a Rua das Palmeiras.

Além disso, os canteiros são decorados com diversas flores, o que embeleza ainda mais o local. Desse modo, a Rua das Palmeiras é o local ideal para você andar de bicicleta, uma das características mais marcantes da cidade, e curtir o final de tarde. Este verdadeiro oásis urbano vai impressionar você.

Mirante

Vista a partir do Mirante. Fonte: Paulo Batista, Flickr.
Vista a partir do Mirante. Fonte: Paulo Batista, Flickr.

Você é do tipo que adora contemplar uma bela paisagem? Então o Mirante da cidade de Joinville é uma excelente pedida para você. De concreto, esta edificação proporciona uma excelente visão de praticamente toda a cidade de Joinville, além das regiões próximas e até mesmo do mar.

Localizado praticamente no centro da cidade, o Mirante é de fácil acesso é indicado para todas as idades. Além disso, é ideal para quem deseja tirar fotos para recordação ou para atualizar as redes sociais.

Pórtico de Joinville

Pórtico a esquerda. Fonte: Werner Zotz, Wikicommons.
Pórtico a esquerda. Fonte: Werner Zotz, Wikicommons.

O pórtico de Joinville é um dos principais atrativos da cidade, uma vez que ele está inserido logo na sua entrada. Desse modo, quem chega pela cidade de carro ou ônibus avistará a edificação. A edificação foi construída utilizando a técnica do enxaimel, inspirado na imigração alemã e holandesa da região.

Ademais, o monumento é de 1979 e atualmente abriga a Secretaria de Turismo da cidade. De maneira, possui um caráter singular, ideal para começar o passeio na cidade de Joinville.

Arquitetura Enxaimel

Arquitetura Enxaimel, muito utilizada em Joinville. Fonte: Unmoralischm Wikicommons.
Arquitetura Enxaimel, muito utilizada em Joinville. Fonte: Unmoralischm Wikicommons.

O Enxaimel é uma técnica construtiva muito utilizada no norte da Europa, em países como a Alemanha e Holanda. Desse modo, Joinville, que recebeu bastante imigrantes oriundos desses territórios, apresenta construções que se utilizam desta técnica, o que torna a cidade diferente em atmosfera.

Ademais, há uma curiosidade sobre a implementação desta arquitetura no país. Quando os imigrantes alemães chegaram no Brasil, por volta do século XIX, a arquitetura enxaimel já era pouco utilizada na Europa. Todavia, as condições climáticas dos Estados do sul e sudeste favoreceram a sua utilização.

A Arquitetura enxaimel se destaca pela robustez, praticidade de construção, utilização de elementos como a madeira e os telhados inclinados, que na Europa serviam para não acumular muita neve sobre os telhados.

Museu Nacional de Imigração e Colonização

Museu Nacional de Imigração e Colonização. Fonte: Diego Lip, Wikicommons.
Museu Nacional de Imigração e Colonização. Fonte: Diego Lip, Wikicommons.

Conforme salientamos ao longo do texto, a consolidação da ocupação na região de Joinville se deu a partir da imigração europeia, sobretudo, germânica. Desse modo, o Museu Nacional de Imigração e Colonização visa resguardar e promover a histórias dessas populações.

Museu de Arte de Joinville

O Museu de Arte de Joinville é outro museu na cidade cuja visita é obrigatória. Além das exposições permanentes e itinerantes, o local conta com um belo lago e um gramado bem verde. Dessa forma, é um convite para que você faça um piquenique sentando na grama contemplado o lago.

Quando ir para Joinville

Joinville tem atrativos e clima favorável para ser visitada o ano inteira, o que se torna um grande trunfo de quem viaja a cidade para fazer compras. Todavia, há alguns eventos culturais que favorecem a ida até a cidade em algumas épocas do ano.

Na segundo quinzena de julho, por exemplo, ocorre o festival de dança, com 11 dias de duração e considerado o maior do mundo. Dessa maneira, para os amantes desta arte corporal, vale a apena reserva este período.

Ademais, no mês de novembro, ocorre o Festival das Flores. A cidade expôs uma série de flores raras, orquídeas, etc. Além disso, conta com um evento que engloba outros elementos, como dança, gastronomia e música.

Por fim, temos o Festival de Jazz na cidade, que ocorre durante o mês de outubro e dura três dias. Além dos shows, há a oferta de oficina para músicos.

Cultura

Festival das flores em Joinville. Fonte: https://wwwold.joinville.sc.gov.br
Festival das flores em Joinville. Fonte: https://wwwold.joinville.sc.gov.br

A cidade de Joinville recebe muitos eventos culturais e se destaca por ter um grande apelo cultural em sua essência. Essa influência passa desde a arquitetura enxaimel, a gastronomia alemã, o uso de flores como ornamentação nos canteiros e espaços públicos, etc.

Além disso, conforme citamos anteriormente, a cidade recebe diversos eventos ao longo do ano, que além de fomentar a cultura local, atraem diversos turistas.

A “Cidade das Flores”, portanto, também é a “Cidade da Dança”, “Cidade das Bicicletas” e uma das cidades mais interessantes no quesito cultural de toda a Santa Catarina.

Dicas de viagem

Joinville é uma das cidades que apresenta uma das melhores qualidades de vida do país. Desse modo, vale a pena curtir a viagem sem os luxos que um turista costuma ter, isto é, andando a pé, de ônibus, de bicicleta, e percorrendo a cidade como um cidadão local.

A segurança que a cidade oferece, além da boa mobilidade urbana e grande qualidade dos espaços públicos favorece essa alternativa. Além disso, vale destacar a excelente gastronomia local, que deve ser explorada ao máximo.

Gastronomia

Linguiça com batatas, um prato com influência alemã. Fonte: Pxhere.com
Linguiça com batatas, um prato com influência alemã. Fonte: Pxhere.com

Conforme destacamos ao longo do texto, um dos pontos fortes da cidade de Joinville é a sua rica gastronomia. Fortemente influenciada pela imigração alemã, elementos como a carne de porco, a salsicha, entre outros, são destaques.

Entre os principais restaurantes da cidade, podemos destacar:

  • Gute Küche, especializado em comida alemã;
  • Cantina Borgonovo, especializado em comida italiana.

Conclusão

Assim sendo, Joinville é uma cidade muito interessante para você incluir no roteiro pelo interior do Estado de Santa Catarina. A cidade apresenta boa infraestrutura, além de uma rica cultura e história. E você, o que está esperando para conhecer a cidade das flores?

Dica => Acomodações em Joinville

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *